Distritais pedem mais apoio para programa de saúde da família

Delmasso ressaltou ser “um absurdo que a capital do país só tenha 70% de cobertura da saúde da família”
Print Friendly, PDF & Email

O deputado distrital Delmasso (Republicanos) defendeu hoje (08), na tribuna da Câmara Legislativa, maior empenho do Governo do Distrito Federal na execução do programa de saúde da família. “Sabemos que a saúde do DF precisa melhorar muito, mas não é por falta de recursos. O que falta mesmo é investir na ampliação da estratégia da saúde da família. As pessoas precisam ter acesso às UBSs 24 horas e também nos finais de semana, para que não sobrecarreguem os hospitais”, defendeu.

O distrital também disse ser “um absurdo que a capital do país só tenha 70% de cobertura da saúde da família”.

A crítica de Delmasso foi reforçada pela deputada Júlia Lucy (União Brasil). Ao comentar a fala do colega João Cardoso (Avante), que contou ter participado de uma marcha contra o aborto, a distrital apontou falhas no sistema de atenção primária à saúde.

Publicidade

“Temos que combater os abortos de uma forma inteligente, que é por meio do planejamento familiar reprodutivo. Hoje existem menos de 40 homens inscritos na fila de vasectomia e menos de 40 mulheres inscritas na fila de laqueadura. Para uma população enorme como a nossa, isso é uma prova de que o sistema de saúde da família não está funcionando”, afirmou a deputada.

FONTEAgência CLDF
Artigo anteriorFiocruz produz insumos para diagnóstico da varíola dos macacos
Próximo artigoPafiadache deixa Secretaria de Saúde do DF e desafios à nova gestora