17.6 C
Brasília
25 fev 2024 02:59


Princípio de incêndio causa restrição de atendimentos a casos graves no HRT

Com Projeto de Lei em tramitação na CLDF, Jorge Vianna (Podemos) ratifica importância de brigada profissional em unidades de saúde

Por Kleber Karpov

Na manhã desta sexta-feira (26/Jul), o Corpo de Bombeiros do DF (CBMDF) atendeu uma ocorrência de princípio de incêndio no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Segundo o CBMDF, o ponto que deu origem foi em uma galeria, na saída de exaustão da lavanderia do hospital, por acumular plumas de algodão, e chegou a ocasionar a suspensão, temporária, de atendimentos de casos graves na unidade de saúde.

Em nota encaminhada ao Metrópoles, a direção do HRT afirmou que, além da limitação de atendimento a casos graves, 22 pacientes, dos 108 internados no Pronto-Socorro, chegaram a ser removidos para enfermarias, após o princípio de incêndio. Mas, não houve feridos.

Unidades em risco

Oriundo da Saúde, o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), é autor do Projeto de Lei (PL) 90/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade de contratação de bombeiros civis, para estabelecimentos das redes pública e privada de saúde do DF, com frequência diária superior a 500 pessoas. Ao conceber o PL, o parlamentar alertou sobre os riscos de incêndios nessas unidades.

“Nossas unidades de saúde, principalmente os hospitais estão sucateados, com muitas gambiarras nas ligações elétricas, com vazamentos e infiltrações em casos de chuvas, que muitas vezes acabam causando incêndios e acidentes. Então, é importante que tenhamos a ação dos bombeiros brigadistas nas unidades de saúde.”, justificou Vianna.

Ao Política Distrital (PD), Vianna ratificou a necessidade desses profissionais nas unidades de Saúde. “Temos que agradecer a presteza do Corpo de Bombeiros que chegou a tempo de conter e evitar que o fogo se alastrasse. Mas como tenho dito, nossos hospitais, estão extremamente sucateados e, é importante que tenhamos o apoio de brigada profissional, nas unidades de saúde com grande fluxo de pessoas, de modo que eles possam atuar rapidamente, em conjunto com as equipes de saúde e com o próprio Corpo de Bombeiros, para minimizar dados e evitar possíveis tragédias.”, disse.

O deputado observou que o PL teve parecer favorável nas comissões de Segurança (CSEG), Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) e Educação, Saúde e Cultura (CESC) e pode ser apreciado no plenário, pelos parlamentares, nas próximas semanas.

Com informações de Metrópoles

 

LEIA TAMBÉM

Brasília
nuvens dispersas
17.6 ° C
17.6 °
17.6 °
94 %
1.5kmh
48 %
dom
26 °
seg
25 °
ter
26 °
qua
27 °
qui
24 °

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever