Paciente faz técnica de enfermagem refém com agulha e caneta no DF

Hospital Regional de Santa Maria - Foto: Reprodução da Internet
Print Friendly, PDF & Email

Incidente ocorreu no Hospital Regional de Santa Maria, após suposto surto
Mulher diz que homem dizia que ia furá-la; caso foi registrado na polícia

Um paciente invadiu o posto de enfermagem do Hospital Regional de Santa Maria, no Distrito Federal, e manteve uma técnica refém por 20 minutos na noite desta terça-feira (6) depois de supostamente sofrer um surto. Imagens mostram o homem no fundo da sala, junto com a funcionária. Ele encostou uma agulha e uma caneta no pescoço dela para ameaçá-la. O caso é investigado pela Polícia Civil.

A vítima, Elisângela de Miranda, conta que fazia o plantão da noite quando o homem chegou ao local. O paciente estava internado para uma cirurgia no braço direito e não tinha acompanhante. Por conta própria, ele foi da enfermaria para o posto de enfermagem, onde a mulher preparava as medicações.

“Não era um paciente que estava aos meus cuidados, né. E desde as 19h, quando eu cheguei no plantão, que ele estava em surto. A todo momento ele entrava no posto de enfermagem e dizia que queria um veneno para morrer, que ele não queria mais medicação, que ele só sairia dali morto. Só que num determinado momento, ele entrou no posto determinado a qualquer coisa”, lembra a técnica de enfermagem.

“A todo momento ele falava ‘vou te furar, vou te furar. Todo mundo sai de perto’. No momento eu consegui manter a calma”, continua Elisângela. “Ele tirou a agulha na hora que chegou o sedativo. Eu conversei com ele, falei ‘olha você vai tomar uma medicação agora que você vai dormir. Você vai deixar eu fazer em você?’ Aí ele falou: ‘é para mim tomar?’ Falei ‘não, é na sua veia, porque na veia o efeito é bem mais rápido’. Porque, na verdade, ele estava consciente, ele estava orientado, ele sabia tudo o que estava acontecendo, né (sic).”

Depois do incidente, a mulher se dirigiu à delegacia e registrou boletim de ocorrência. O paciente recebeu medicação e segue internado no box de emergência do Hospital Regional de Santa Maria. A Secretaria de Saúde disse prestar assistência à servidora.

“De acordo com a direção do hospital, na ocasião deste incidente, por volta das 22h, o paciente apresentava sinais de agressividade. Apesar de a supervisão de Enfermagem ter acionado um médico, não houve tempo hábil para o atendimento, uma vez que ele já havia abordado a técnica de enfermagem, fazendo-a refém”, disse em nota.

“De imediato, foram acionadas as forças policiais e o Corpo de Bombeiros, que fizeram a contenção. O paciente foi medicado com sedativo e encontra-se internado no hospital, contido, orientado e aguardando transferência para o Hospital Regional de Planaltina, onde deverá se submeter a procedimento cirúrgico ortopédico”, completou.

Fonte: G1

0

Você pode gostar...

Comentário