25.5 C
Brasília
14 jun 2024 20:05


Jorge Vianna reclama de fake news após votação de líder sobre CPI da Saúde

Distrital pondera que voto de líder representa vontade de membros dos membros do bloco e não da própria vontade

Por Kleber Karpov

O deputado distrital, Jorge Vianna (PSB), reclamou de publicação do Partido Socialista Brasileiro (PSB), nas redes sociais, na quinta-feira (6/Mai), após votação de líderes, por votar contra a urgência para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde, em detrimento de outras duas protocoladas antes, na Câmara Legislativa do DF (CLDF).

O distrital aponta que a publicação do PSB trata de fake news, uma vez que enquanto líder do bloco União Democrática, representa a vontade de outros quatro distritais dos partidos PSD, Republicanos e União Brasil. Logo, ao votar pela não priorização, respeitou a decisão dos demais colegas.

Vianna já havia utilizado as redes sociais em que reafirmou tanto ser favorável à CPI quanto ao caráter de urgência para instalação da CPI. O distrital chama atenção ainda que foi a própria oposição que acabou por abrir tal margem, ao solicitar que tal decisão fosse tomada no Colégio de Líderes, em que os líderes de cada bloco se posiciona em respeito a vontade dos demais colegas.

Curiosamente

O caso chama atenção pois, por trás do requerimento da CPI da Saúde estão problemas que ganharam as manchetes originados no Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IGESDF), aprovada pela CLDF, em 2019, com voto contrário de Vianna.

Mas vale lembrar que o IGESDF foi um processo de reestruturação do antigo Instituto Hospital de Base do DF (IHBDF), criado em 2017, na gestão do ex-governador do DF, Rodrigo Rollemberg, do PSB, também com oposição pública por parte do distrital, então diretor do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF).

PDNews acionou o PSB

A dúvida é se de fato se tratou de fake news, de sugestão de desrespeito de preceitos democráticos ou fogo amigo? Afinal se trata de uma legenda partidária e, certamente, o partido conhece as regras e ritos da CLDF, no que tange a decisões tomadas no Colégio de Líderes.

PDNews acionou o PSB para se pronunciar sobre o assunto, porém, a legenda partidária não deu retorno, até o momento da publicação da matéria.

Na dúvida uma dica ao deputado é: coloque as ‘barbas de molho’.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever