Concurso Público: Está aberta temporada de 2022 com mais de 226 mil vagas

Estabilidade e remunerações de até R$21 mensais são os principais atrativos. Marcos Brito dá dicas que como conquistar uma das milhares de oportunidades que já estão sendo oferecidas.

2756
Print Friendly, PDF & Email

Por Luiz Fernando Caldeira

Durante a pandemia do novo coronavírus, muitos concursos acabaram sendo postergados, adiando o sonho de milhares de pessoas que procuram um emprego com estabilidade e boa remuneração no serviço público. Agora, com boa parte da população vacinada e os índices de contaminação e mortes sendo reduzidos drasticamente, diversas seleções já foram abertas e muitas outras estão programadas para acontecer.

Levantamento feito por Marcos Brito, diretor pedagógico da Degrau Cultural, aponta que mais de 226 mil vagas em cargos dos níveis fundamental, médio e superior deverão ser preenchidas este ano em diversos órgãos das esferas federal, estadual e municipal. Detalhe: as remunerações ultrapassam R$21 mil mensais.

Publicidade

Segundo Marcos Brito, os concurseiros devem iniciar os estudos o quanto antes para estarem devidamente preparados para a ‘enxurrada’ de oportunidades que já está surgindo. “Desde o final de 2021, diversos concursos foram abertos, tais como IBGE, Petrobras, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. Como a demanda por servidores públicos em todas as áreas é muito grande, muitos outros órgãos vão precisar reforçar seus quadros, tais como Receita Federal, INSS, Agências Reguladoras, Polícia Militar do Rio de Janeiro, Procuradoria-Geral do Estado, entre outros”, disse.

Em função das Eleições de 2022, Marcos Brito acredita que a maior parte dos editais será divulgada no primeiro semestre de 2022. Por isso, segundo ele, os interessados em conquistar uma carreira pública devem iniciar a preparação imediatamente. “Quem realizar um estudo planejado terá muito mais chances de conquistar uma vaga do que aqueles que iniciarão os estudos quando os editais foram divulgados”, afirma.

Veja abaixo a relação de concursos com inscrições abertas ou previstos para acontecer:

Concursos com editais publicados

Petrobras

  • Vagas: 4.537 vagas, sendo 198 para a ênfase de Administração
  • Escolaridade: nível superior
  • Cargos: ênfases de Administração Engenharia de Equipamentos — Mecânica, Administração, Comércio e Suprimento, Transporte Marítimo, Engenharia de Software, Infraestrutura, Processos de Negócio, Ciência de Dados e Economia, Engenharia (Ambiental, Civil, Elétrica, Eletrônica, Inspeção, Terminas e Dutos, de Processamento, de Segurança de Processo e Naval), Geofísica (Física e Geologia) e Geologia
  • Remuneração: de R$6.937,43 até à R$11.716,82
  • Inscrições: abertas até 5 de janeiro de 2022, no site do Cebraspe
  • Lotação: Nacional

IBGE

  • Vagas: 206.891 vagas, sendo 17.982 para o estado do Rio de Janeiro
  • Escolaridade: níveis fundamental e médio
  • Cargos: agente censitário municipal (5.460 vagas), agente censitário supervisor (18.420 vagas) e recenseador (183.021 vagas)
  • Remuneração: R$2.158 para agente supervisor e R$2.558 agente municipal. Já para recenseador, variam conforme a carga de trabalho, quantidade de pesquisas realizadas e o estado de atuação
  • Inscrições: Abertas até 21 de janeiro, no site da FGV
  • Lotação: Nacional

CGU

  • Vagas: 375 vagas
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Cargos: técnico de finanças e controle (75 vagas) e auditor de finanças e controle (300 vagas)
  • Remuneração: R$7.741,31 para técnico e R$19.655,06 para auditor
  • Inscrições: abertas até 1º de fevereiro, no site da FGV
  • Lotação: Apenas para os estados da Região Norte e para o Distrito Federal

Aeronáutica

  • Vagas: 834 vagas, sendo 172 para o Rio de Janeiro
  • Escolaridade: nível médio/técnico
  • Cargos: Diversas funções, como administrador, motorista, cozinheiro, e nas áreas de Eletricidade, Informática, Obras, Radiologia, entre outras
  • Remuneração: R$3.825 no início de carreira
  • Inscrições: abertas até 4 de fevereiro, no site da Força Aérea Brasileira
  • Lotação: Vagas para 17 estados mais o Distrito Federal

Tribunal de Contas do Estado RJ

  • Vagas: 20 vagas
  • Escolaridade: nível médio e superior
  • Cargos: técnico de controle externo e analista de controle externo, com dez vagas cada;
  • Remuneração: R$12.053,77 para técnicos e R$16.166 para analista
  • Inscrições: De 4 a 25 de fevereiro, no site da FGV
  • Lotação: Rio de Janeiro

Guarda Municipal de São Gonçalo

  • Vagas: 160 vagas
  • Escolaridade: nível médio
  • Cargos: guarda municipal
  • Remuneração: R$3.506,47
  • Inscrições: abertas até 20 de fevereiro, no site do Instituto Selecon
  • Lotação: São Gonçalo

Prefeitura de Mangaratiba

  • Vagas: 647 vagas
  • Escolaridade: nível fundamental, médio/técnico e superior 
  • Cargos: Diversos cargos nas secretarias de Educação, Esporte e Lazer, Saúde e Administração
  • Remuneração: variam entre R$1.100 a R$2.121,62
  • Inscrições: abertas até 14 de fevereiro, no site da banca IAN
  • Lotação: Mangaratiba

Concursos previstos e confirmados

 

INSS

  • Vagas: 7.575 vagas
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Cargos: técnico do seguro social (6.004 vagas) e analista (1.571 vagas)
  • Remuneração: R$5.447,78 para técnico e R$8.347,07 para analista

Receita Federal

  • Vagas: 699 vagas
  • Escolaridade: nível superior
  • Cargos: analista-tributário (469 vagas) e auditor-fiscal (230 vagas)
  • Remuneração: R$12.142,39 para analista e R$21.487,09 para auditor.

Polícia Federal (administrativo)

  • Vagas: 557 vagas, sendo 404 para agente administrativo
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Cargos: agente administrativo, administrador, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, economista, enfermeiro, engenheiro, estatístico, farmacêutico, médico, nutricionista, psicólogo, técnico em assuntos educacionais e técnico em Comunicação Social
  • Remuneração: De R$4.710,76 até R$7.692,55

Banco Central

  • Vagas: 245 vagas
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Cargos: técnico, analista e procurador
  • Remuneração: R$7.741,31 (técnico), R$19.655,06 (analista) e R$21,472,49 (procurador)

UFRJ

  • Vagas: 160 vagas, sendo 63 para assistente em administração
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Cargos: assistente em administração, engenheiro, enfermeiro, médico, entre outros a serem confirmados
  • Remuneração: R$2.904,06 (nível médio) e R$4.638,60 (nível superior)

Agências Reguladoras

  • Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): 83 vagas;
  • Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa): 75 vagas;
  • Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP): 90 vagas;
  • Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel): 179 vagas;
  • Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel): 346 vagas;
  • Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT): 412 vagas;
  • Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA): 62 vagas;
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq): 111 vagas;
  • Agência Nacional da Aviação Civil (Anac): 125 vagas;
  • Agência Nacional do Cinema (Ancine): 15 vagas;
  • Cargos: Técnico administrativo, técnico em regulação, analista administrativo e especialista em regulação
  • Remunerações: R$7.464,67 (técnico administrativo), R$7.846,37 (técnico em regulação), R$14.265,57 (analista administrativo) e R$15.516,12 (especialista em regulação)

Procuradoria-Geral do Estado RJ

  • Vagas: 12 vagas
  • Escolaridade: nível médio e superior em áreas específicas
  • Cargos: técnico processual (duas vagas), analista processual (seis vagas), analista contábil (duas vagas) e analista de sistemas (duas vagas)
  • Remuneração: R$5.100 (técnico) e R$6.990 (analista)

Polícia Militar RJ

  • Vagas: 2 mil vagas
  • Escolaridade: nível médio
  • Cargos: soldado
  • Remuneração: R$3.452,55

Secretaria Estadual de Fazenda RJ

  • Vagas: 50 vagas, sendo 30 para auditor-fiscal
  • Escolaridade: nível médio e superior
  • Cargos: auditor-fiscal (30 vagas), agente de fazenda (10) e analista em Finanças Públicas (10)
  • Remuneração: R$4.200 (analista), R$6.416,61 (agente) e R$16.093,17 (auditor-fiscal)

Secretaria Estadual de Educação RJ

  • Vagas: 303 vagas
  • Escolaridade: nível superior na área de atuação
  • Cargos: professor de 16h nas disciplinas de Artes, Biologia, Disciplinas Pedagógicas, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Português, Química e Sociologia
  • Remuneração: R$1.795,07

Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa)

  • Vagas: 50 vagas
  • Escolaridade: nível médio e superior
  • Cargos: assistente em regulação (dez vagas), analista técnico (dez vagas) e especialista em regulação (30 vagas)
  • Remuneração: R$2.546 (assistente), R$4.932 (analista técnico) e R$5.966 (especialista)

Especialista dá dicas de preparação

Marcos Brito, coordenador pedagógico da Degrau Cultural

Segundo Marcos Brito, o primeiro passo para quem quer conquistar uma das milhares de vagas que serão abertas em 2022 é se matricular em um curso preparatório, seja ele presencial ou online. Ele afirma: “É possível estudar sozinho e ser aprovado, mas dessa forma, via de regra, demora-se muito mais tempo para se conquistar uma vaga no serviço público. Já as chances de se obter sucesso ao estudar em um curso preparatório aumentam exponencialmente, sem falar no encurtamento do tempo. Isso porque os professores conhecem o ‘caminho das pedras’ e vão poder direcionar melhor o estudo dos candidatos, apontando exatamente os pontos mais recorrentes em provas de concursos”.

O diretor da Degrau Cultural deu mais uma dica valiosa: o concurseiro deve estudar com base no edital anterior do último concurso do cargo de interesse. “Na maioria das vezes, os programas não costumam sofrer alterações significativas. O mesmo acontece com as estruturas de provas. Sendo assim, o candidato pode relacionar os conteúdos e etapas do certame almejado e, com base nisso, iniciar seu planejamento e ir montando um calendário que contemple o estudo, o trabalho e as atividades domésticas”, orientou.

Além do estudo da teoria, Marcos Brito destaca ser indispensável a realização de questões de provas anteriores durante a preparação para um concurso público. “Somente treinando, o aluno saberá se está ou não entendendo as disciplinas que está estudando. Além disso, não dá para se preparar para concursos e não realizar questões, sobretudo provas anteriores. Por meio delas, o candidato vai perceber como os assuntos costumam ser cobrados pelo órgão e pela banca organizadora e quais são os temas mais recorrentes”, explicou.

Artigo anteriorBalanço 2021: Sejus executa R$ 9 milhões em emendas parlamentares
Próximo artigoMinistério da Saúde prorroga Programa Mais Médicos por um ano