Inclusão e mobilidade: Comunidade de Água Quente recebe benfeitorias do ‘GDF Presente’ e linha de ônibus

83


Print Friendly, PDF & Email

Extensão do Recanto das Emas comunidade de Água Quente conta com mais de 28 mil moradores

Por Kleber Karpov

Na segunda-feira (6/Jan), o GDF anunciou que a comunidade do Setor Habitacional Água Quente, extensão do Recanto das Emas, situado próximo ao município de Santo Antônio do Descoberto (GO), recebeu ações do programa GDF Presente. Na ocasião, o setor, em fase de regularização, recebeu a realização, melhorias pontuais, por meio da união de órgãos do governo.

Somente neste primeiro dia de trabalho já foi possível ver máquinas espalhadas por três ruas de Água Quente. O condomínio Nova Betânia, por exemplo, recebeu o serviço de patrolagem (nivelamento de vias). Uma medida paliativa e emergencial para amenizar os transtornos na região. Foto Acácio Pinheiro / Agência Brasília
Somente neste primeiro dia de trabalho já foi possível ver máquinas espalhadas por três ruas de Água Quente. O condomínio Nova Betânia, por exemplo, recebeu o serviço de patrolagem (nivelamento de vias). Uma medida paliativa e emergencial para amenizar os transtornos na região. Foto Acácio Pinheiro / Agência Brasília

Em fase de regularização fundiária, a comunidade de Água Quente deve receber infraestrutura como drenagem de água pluvial. Água potável, proveniente de dois poços artesianos perfurados por intermédio da Caesb, energia elétrica, retirada de entulhos, também devem começar a fazer parte da rotina da comunidade.

Transporte Urbano

Publicidade

Nesta semana, o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), também divulgou outra boa nova à comunidade, o início de operação de linha de ônibus de Água Quente para a Rodoviária do Plano Piloto e em percurso contrário.

“Embora muitos considerem que a comunidade de Água Quente seja para parte de Santo Antônio do Descoberto, fato é que temos mais de 28 mil pessoas que para conseguirem chegar à Rodoviária do Plano Piloto, dependiam exclusivamente, do transporte público de Goiás. Mas o governador Ibaneis Rocha e o secretário de transporte, Valter Casimiro, tiveram a sensibilidade e conseguiram colocar uma linha de ônibus que levem os moradores daqui até a rodoviária.”, observou Vianna.

Emprego

Durante a primeira viagem de ónibus, uma passageira comentou com o deputado e o secretário de Estado de Mobilidade e Transporte do DF (Semob), que a comunidade enfrenta dificuldade para conseguir emprego, por falta de transporte público, uma vez que as linhas de ônibus vindas de Santo Antônio do Descoberto, têm passagens mais caras.

20 anos de espera

Vianna lembrou ainda que a reivindicação de linhas de transporte público para atender a população de Água Quente, Residencial São Francisco e outras comunidades na região duram mais de 20 anos.

“É uma reivindicação de mais de 20 anos, desde quanto o setor Água Quente foi criado, mas que finalmente foi atendido. Pois, até hoje, os moradores locais, além de ter que andar mais de quilômetro para chegar até a parada de ônibus, ainda eram obrigados a contar com a sorte pois dependiam dos ônibus que vinham lotados de Santo Antônio do Descoberto”, disse Vianna.

Mobilidade

Ainda segundo o deputado, “A comunidade passou a receber uma linha que vai fazer o trajeto Água Quente, Rodoviária do Plano Piloto, as cinco e seis horas da manhã, e no sentido inverso, as 17 e 18 horas, respectivamente”.

Fonte: Jorge Vianna