26.5 C
Brasília
18 maio 2024 17:29


Sancionada lei que assegura fisioterapia para mulheres mastectomizadas

A norma, publicada no Diário Oficial do DF desta quarta-feira (3), tem como objetivo prevenir e reduzir sequelas decorrentes de processos cirúrgicos para o câncer de mama

O Distrito Federal conta agora com uma importante iniciativa que assegura às mulheres mastectomizadas a realização de fisioterapia de reabilitação nas unidades públicas de saúde. Essa garantia, cujo objetivo é prevenir e reduzir sequelas decorrentes de processos cirúrgicos, passou a valer após o governo do DF sancionar a Lei 7.489/24, de autoria do deputado distrital Robério Negreiros (PSD), publicada na edição desta quarta-feira (3) do Diário Oficial do DF.

Segundo o parlamentar, a mastectomia – como é chamada a retirada da mama de forma cirúrgica – é um dos procedimentos mais comuns como parte do tratamento do câncer de mama. Dados da Rede Brasileira de Pesquisa em Mastologia, em parceria com a Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM), apontam que na última década mais de 110 mil mulheres foram submetidas à retirada da mama pelo SUS no Brasil como parte do tratamento do câncer de mama.

A nova lei determina que a fisioterapia de reabilitação deverá ser realizada de acordo com o quadro clínico de cada paciente, cabendo aos profissionais de saúde definir a técnica de intervenção terapêutica a ser aplicada, bem como o número de sessões.

“Tão importante quanto a cirurgia, a intervenção fisioterapêutica na pós-mastectomia é essencial para a prevenção e redução de sequelas que podem ser decorrentes do processo cirúrgico, devendo ser ministrada o mais precocemente possível”, explica.

SourceCLDF

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever