15.5 C
Brasília
23 maio 2024 02:13


Hospital Regional de Santa Maria notifica 644 casos suspeitos de dengue em março

Dos casos notificados, 242 foram de crianças e 219 adultos

Por Jurana Lopes

No mês de março, o Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) notificou um total de 644 casos suspeitos para a dengue, sendo 77% positivos para a doença. O número é menor que registrado em fevereiro, quando foram notificados 941 casos suspeitos da doença. Os dados são do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) e compilados mensalmente pela Vigilância Epidemiológica do HRSM.

Do total de notificações, a grande maioria foi oriunda dos prontos-socorros, sendo 242 do PS infantil e 219 do PS adulto. Além de notificações em outros setores de internação como Clínica Médica, Pediatria, PS Obstétrico, Maternidade e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto.

“Analisando os casos de dengue notificados no HRSM foi perceptível uma redução, sendo indicativo de tendência de queda, o que nos deixa mais esperançosos. Mas não podemos relaxar e os cuidados devem ser os mesmos”, explica a chefe de Núcleo da Vigilância Epidemiológica do HRSM, Larysse Lima.

Segundo ela, era esperado um número bem maior de notificações de casos de dengue no final de março. Mas a queda pode sugerir uma estabilização do número de casos da doença. No entanto, é importante que toda a população continue tomando as devidas precauções para evitar a proliferação do Aedes aegypti. Medidas como manter sacos de lixo bem fechados, lixeiras tampadas, verificar se a caixa d’água está coberta, colocar areia no prato das plantas e não deixar tampas de garrafas pets ou qualquer outra coisa que possa acumular água devem ser adotadas pela população. Além do uso contínuo de repelentes.

Região Sul

Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde (SES-DF), nas semanas epidemiológicas (SE) de início de sintomas de 01 a 11 de 2024, foram notificados 16.098 casos de provável dengue na Região de Saúde Sul, dos quais, 6.110 são de residentes do Gama e 9.988 são moradores de Santa Maria.

Neste mesmo período, em 2024, houve a confirmação de 309 casos de dengue com sinais de alarme e 22 casos de dengue grave. Destes, 14 óbitos foram confirmados, sendo seis em Santa Maria e oito no Gama e, mais quatro investigações na região. Comparado com as mesmas semanas de 2023, houve aumento no número de casos de 10.304,2% em Santa Maria e de 4.264% no Gama. Na Região Sul houve aumento de 6.721,2%.

O infectologista do HRSM, Daniel Pompetti, ressalta que o combate à dengue depende de cada um, começando pela prevenção dentro de casa. “O mosquito da dengue age principalmente, durante a manhã e no fim da tarde. A melhor forma de combater o Aedes aegypti é eliminar água armazenada que pode se tornar criadouro. A responsabilidade na prevenção da dengue é nossa”, destaca.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever