15.5 C
Brasília
23 maio 2024 02:51


Primeiro Emprego: Selo reconhece mais de 80 empresas no DF por empregarem jovens

Condecoração é concedida pelo GDF a empresários que, em 2023, contrataram mais de mil estagiários e aprendizes

Por Josiane Borges

Há um ano e meio, uma oportunidade de estágio transformou a vida de Kauan Vinicius da Silva, de 19 anos. Hoje como assistente administrativo, o morador do Recanto das Emas viu na oportunidade, à época, uma chance de conquistar seu primeiro emprego. Assim como ele, cerca de mil jovens entre 18 e 29 anos entraram no mercado de trabalho por meio da iniciativa de 80 empresas do Distrito Federal.

“A conquista deste estágio, que depois se tornou um emprego, mudou minha vida. A empresa me lapidou, aprendi muito e fui contratado como funcionário efetivo. Muitas coisas mudaram: minha renda e benefícios aumentaram, e agora tenho mais maturidade e responsabilidade, tanto no trabalho quanto na vida pessoal”, relata Kauan.

Para reconhecer a função social dessas empresas na inclusão de jovens aprendizes e no desenvolvimento da força de trabalho da capital, o Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria da Família e Juventude (SFJ), concederá o selo Parceiro da Juventude às empresas que assumem a tarefa de treinar e capacitar pessoas para o futuro profissional.

“Essa contratação me permitiu continuar meus estudos, pagar minha faculdade e continuar aprendendo para crescer dentro da empresa”, diz Vinicius Fernandes

“Desde o início do programa, 80 empresas já se cadastraram e foram reconhecidas por demonstrar esforços no combate ao desemprego juvenil, que é uma questão crucial. Até março, planejamos entregar 100 selos aos empresários do DF”, afirma o secretário da Família e Juventude, Rodrigo Delmasso.

Vinicius Fernandes Bastos, assistente administrativo de 20 anos, compartilha uma experiência semelhante à de Kauan. Ele ingressou na equipe de um hospital há cinco meses como estagiário e agora já faz parte do quadro de funcionários da instituição. “Foi muito bom para mim; senti-me reconhecido e valorizado. Essa contratação me permitiu continuar meus estudos, pagar minha faculdade e continuar aprendendo para crescer dentro da empresa”, diz.

É por histórias como essas que a iniciativa, regulamentada pelo governador Ibaneis Rocha em 2020, destaca os empreendedores que desempenham um papel crucial ao investir em jovens com idade entre 15 e 29 anos, como Vinicius e Kauan,  por meio de contratação direta ou contribuição para o ingresso no mercado de trabalho.

O coordenador administrativo do Hospital Anna Nery, Amauri Soares, diz que 50% dos jovens que ingressam na instituição como aprendizes ou estagiários permanecem no quadro da empresa

De acordo com Rodrigo Delmasso, cada empresa cadastrada para receber o selo contrata entre 5 e 10 jovens. “Estamos ultrapassando a marca de mil empregos gerados para esse público. A prática é extremamente positiva, e é crucial que essas empresas sirvam de exemplo para outras. O selo é como um troféu de reconhecimento”, ressalta.

Boas práticas

Uma das empresas que em breve ganhará o selo Parceiro da Juventude é o Hospital Anna Nery, que atualmente emprega 124 jovens de até 29 anos e foi cadastrado para receber a condecoração. Na avaliação do coordenador administrativo da unidade, Amauri Soares, a contratação de jovens aprendizes e estagiários é uma forma de treinar os funcionários para as diretrizes da empresa.

“Todos os funcionários são treinados, independentemente se são aprendizes ou estagiários. Nossa cultura é de inclusão, para que todos tenham a mesma fala, entendam a visão e os valores da instituição. Durante os treinamentos, focamos o desenvolvimento pessoal, identificando em qual setor da empresa eles mais se destacam, para que encontrem seu espaço dentro do hospital”, destaca Soares. Ele afirma que, com essas práticas, 50% dos jovens que ingressam na instituição permanecem no quadro da empresa.

O gestor lembra que o reconhecimento do GDF às boas práticas desenvolvidas pelas empresas na contratação da mão de obra jovem é benéfico para o hospital e seus funcionários. “É de extrema importância para as empresas, gestores e funcionários a iniciativa do GDF de reconhecer esse incentivo ao mercado de trabalho. Com o apoio da direção, conseguimos desenvolver pessoas, e o selo é uma qualificação importante, até mesmo para que esses profissionais sejam reconhecidos dentro da empresa”, acredita o coordenador administrativo.

As empresas poderão utilizar o selo em suas peças publicitárias e sinalizar para a sociedade a contribuição na formação profissional dos jovens do DF.

Como participar

Os estabelecimentos comerciais com a cultura corporativa de empregar o público jovem que desejam obter o selo Parceiro da Juventude devem fazer a solicitação pelo e-mail [email protected] e encaminhar a seguinte documentação:

→ Formulário de solicitação, disponível aqui;
→ Cartão CNPJ;
→ CPF do responsável legal pela empresa;
→ Resumo das ações empreendidas pela empresa que favoreçam jovens entre 15 a 29 anos no Distrito Federal, dentro das metas estabelecidas pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever