26.5 C
Brasília
23 fev 2024 18:23


Equipe do Ministério das Mulheres faz visita técnica à CMB, em Ceilândia

Titular da Secretaria Nacional de Enfrentamento à Violência, Denise Dau, coordenou o grupo, que foi conhecer o trabalho desenvolvido naquele espaço de acolhimento

Uma equipe da Secretaria Nacional de Enfrentamento à Violência, órgão do Ministério das Mulheres, visitou, na manhã desta sexta (1º), a Casa da Mulher Brasileira (CMB) em Ceilândia. O espaço oferece suporte a mulheres em situação de violência ou vulnerabilidade social, ao mesmo tempo que impulsiona a capacitação profissional das atendidas.

Equipe visitou as instalações da CMB | Foto: Vinicius de Melo/SMDF

Ao lado da secretária-executiva da Secretaria da Mulher (SMDF), Jackeline Aguiar, a secretária da Mulher, Giselle Ferreira, recepcionou o grupo, formado pela titular da secretaria nacional, Denise Dau; a coordenadora geral de fortalecimento da Rede de Atendimento do Ministério das Mulheres, Simone Souza; o secretário-executivo da Secretaria de Segurança Pública (SSP), Alexandre Patury, e a subsecretária de Prevenção à Criminalidade da SSP, Regilene Siqueira.

“É fundamental o apoio e reconhecimento do governo federal no trabalho desenvolvido no DF de proteção e desenvolvimento pessoal e profissional realizado na Casa da Mulher Brasileira”, declarou Giselle Ferreira, durante a visita. Ela aproveitou para anunciar que, em 2024, serão inaugurados mais quatro dedicados à causa.

Trabalho multiprofissional

Os visitantes conheceram o trabalho da CMB, que conta com psicólogos, assistentes sociais e advogados e atendimento sete dias por semana, 24 horas por dia, a vítimas de agressão. Um dos principais serviços oferecidos é o abrigo temporário para mulheres em situação de violência doméstica e seus filhos. Eles podem ficar no local por até 48 horas, enquanto são feitos os encaminhamentos sobre o caso.

“Agradeço o convite e quero parabenizar o trabalho de garantir um atendimento multiprofissional, integral e articulado, entre as diversas instituições, que garantem atendimento à mulher em situação de violência, e adianto que temos planos de ações, em parceria com o governo federal, de ampliação e da instalação de novas duas novas Casas, dentro do programa Mulher Viver sem Violência”, afirmou Denise Dau.

A gestora informou que, atualmente, o governo federal trabalha para construir o Pacto Nacional de Prevenção aos Feminicídios. O objetivo é fortalecer as políticas públicas voltadas para as mulheres, combatendo a violência e garantindo mais igualdade de gênero e independência.

Serviço
Casa da Mulher Brasileira de Ceilândia
→ Endereço: CNM 1, Bloco I, Lote 3, Ceilândia. Aberta todos os dias da semana.
→ e-mail: [email protected]
→ Telefones: 3771-1117 (alojamento), 3373-7864 (balcão do primeiro andar), 3371-2947 (diretoria) e 3373-1120 (programa Empreende Mais Mulher).

LEIA TAMBÉM

Brasília
trovoada
26.5 ° C
26.5 °
26.5 °
57 %
2.6kmh
75 %
sex
27 °
sáb
26 °
dom
26 °
seg
27 °
ter
26 °

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever