21.5 C
Brasília
14 abr 2024 01:38


Dia de imunização atualiza caderneta de quase 200 servidores

Parceria entre Biotic e Secretaria de Saúde permitiu ampliar a aplicação de doses contra influenza, covid-19, tríplice viral, hepatite B, tétano e febre amarela

O Parque Tecnológico de Brasília (Biotic), em parceria com a Secretaria de Saúde (SES-DF), realizou o Dia de Vacinação Adulta, nesta terça-feira (14). Cerca de 185 colaboradores do Biotic e moradores da Granja do Torto atualizaram a caderneta de imunização contra gripe (influenza), covid-19 (bivalente), hepatite B, tríplice viral, febre amarela e tétano. Das 9h às 16h, a ação buscou ampliar a proteção da área com um total de 1.200 doses disponíveis.

“Esta campanha simboliza mais do que um ato de cuidado individual, é um gesto de responsabilidade coletiva. Em um ambiente de inovação e tecnologia como o nosso, é fundamental que também lideremos em questões de saúde pública”, destacou o presidente do Biotic, Gustavo Dias.

Colaboradores do BioTic e moradores da Granja do Torto tiveram a oportunidade de se imunizarem contra influenza, covid-19 (Bivalente), hepatite B, tríplice viral, febre amarela e tétano | Fotos: Jhonatan Cantarelle/Agência Saúde-DF

A assessora especial Gilma Ximenes, 57 anos, aproveitou o momento para atualizar seu cartão de vacina. “Vim verificar o que estava faltando na caderneta e tomar as doses. É uma facilidade ter a vacinação aqui no local de trabalho. Além de nos protegermos, contribuímos para a construção de um ambiente mais seguro para todos”, avaliou.

Moradora da Granja do Torto, a enfermeira Leidimara, 27, aproveitou a ação para tomar as vacinas contra hepatite B e tétano

“É uma ação muito legal, porque traz a vacina para perto das pessoas que, muitas vezes, não conseguem ir na unidade básica de saúde. Hoje tomei doses contra hepatite B e antitetânica”, contou a enfermeira Leidimara, 27 anos, moradora da Granja do Torto.

Proteção fora das salas de vacina

Em uma busca ativa para ampliar a cobertura de imunização, a SES-DF realiza, desde maio deste ano, ações de vacinação extramuro em locais de grande circulação como escolas, órgãos públicos, supermercados, shoppings, feiras e estações de metrô.

Até 31 de outubro, foram 224 ações do tipo, com aplicação total de 76.065 doses de vacinas, sendo 37.235 da gripe, 26.332 da covid-19 e 12.498 do calendário de rotina. “Dessa forma, conseguimos alcançar ainda mais os públicos que ainda não se imunizaram”, reforçou a chefe do Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Imunização da Região Central, Marisa Leandro Nogueira.

O DF já aplicou mais de 7,8 milhões de doses de vacinas contra o coronavírus desde o início da campanha de vacinação, em 2021. Neste ano, a procura continuou elevada. Até 7 de novembro, foram aplicadas mais de 800 mil doses de vacinas de covid-19, sendo 216 mil de monovalentes e 588 mil de bivalentes.

Até 31 de outubro deste ano, foram 224 ações de imunização fora das unidades de saúde, com aplicação total de 76.065 doses de vacinas, sendo 37.235 da gripe, 26.332 da covid-19 e 12.498 do calendário de rotina

Ainda assim, muita gente precisa aderir à campanha: mais de 82,1% da população recebeu uma dose e 78,9% completaram o esquema vacinal de duas doses. Porém, 48,5% não retornaram para tomar o reforço, atualmente disponível a todas as faixas etárias a partir dos 5 anos de idade.

Os menores índices de cobertura estão entre as crianças: na faixa etária dos 3 e 4 anos, 69,3% não receberam nenhuma dose de vacina contra a covid-19. Entre os bebês de seis meses a 2 anos, 82,1% não se vacinaram.

No caso da gripe, a campanha de 2023 foi iniciada em 31 de março e já se aproxima de um milhão de doses: foram 943 mil aplicadas até 26 de outubro. Entre os grupos definidos pelo Ministério da Saúde como prioritários, as maiores coberturas vacinais foram encontradas entre os professores (94,8%), idosos a partir dos 60 anos (57,4%) e crianças de 6 meses a 5 anos e 11 meses (55,9%).

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever