26.5 C
Brasília
23 fev 2024 19:21


Banco do DF tem lucro de R$ 93 milhões no 2° trimestre deste ano

O lucro líquido recorrente do BRB teve um crescimento de 21,3% em relação ao mesmo período do ano passado

O Banco BRB teve lucro líquido recorrente de R$ 93 milhões no 2º trimestre de 2023, crescimento de 21,3% em relação ao mesmo período do ano passado. As receitas com prestação de serviços avançaram 10,1%, e o resultado operacional aumentou 31,6%. No segundo trimestre, o retorno anualizado sobre o patrimônio líquido alcançou 16,9%.

O BRB alcançou R$ 45 bilhões em ativos totais, aumento de 21,2% em 12 meses, com destaque para a carteira de crédito, que chegou à marca de R$ 33 bilhões, ampliação de 30,5%.

Um dos destaques da carteira de crédito foi o crescimento diversificado em vários segmentos. No crédito imobiliário, onde o Banco BRB é líder no mercado do DF, o saldo foi de R$ 7,9 bilhões, aumento de 45% em 12 meses.

Principal produto da carteira PF, o crédito consignado atingiu saldo de R$14,3 bilhões, crescimento de 20% em 12 meses. No crédito rural, a carteira cresceu 44% nos últimos 12 meses, chegando ao total de R$ 885 milhões. O BRB manteve a liderança no DF nas linhas Pronaf e Pronamp, além do primeiro lugar geral na concessão de crédito rural.

O BRB registrou ainda aumento de 30% em sua base de clientes, com 7,3 milhões de clientes, presença em mais de 5.200 municípios brasileiros, o que representa 93% do território nacional | Fotos: Paulo H. Carvalho/Agência Brasília

A carteira de crédito a empresas, por sua vez, atingiu crescimento de 60,6% nos últimos 12 meses, alcançando R$ 4,1 bilhões. O crédito às grandes empresas alcançou R$ 901 milhões, com crescimento de 29,4% em 12 meses. Já o crédito às micro, pequenas e médias empresas atingiu R$ 1,8 bilhão, aumento de 9,7% em relação a junho de 2022.

A inadimplência do portfólio de crédito encerrou o mês de junho em 1,92%, significativamente abaixo da média de mercado, de 3,55%, e com queda de 0,24 p.p. em 12 meses, demonstrando a qualidade desses ativos, mesmo em momentos desafiadores do ciclo econômico.

As captações totais chegaram a R$ 40,7 bilhões, crescimento de 26% na comparação anual. Destaque para os depósitos a prazo, que totalizaram R$ 27,1 bilhões, evolução de 30,6%, liderados pelos depósitos judiciais, que representam um saldo de R$ 12,9 bilhões e cresceram 49,7% no período. O BRB apresenta uma base de captações estável, diversificada e com custo decrescente.

O crescimento estruturado da carteira de crédito, com recomposição constante das taxas de juros, a redução dos custos de captação, além da estratégia de reciclagem de ativos por meio da venda de carteiras de crédito, ampliaram a margem financeira em 30,3% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior.

O BRB registrou ainda aumento de 30% em sua base de clientes, com 7,3 milhões de clientes, presença em mais de 5.200 municípios brasileiros, o que representa 93% do território nacional, 39 países e todos os continentes. O número considera também os clientes do banco digital Nação BRB FLA, fruto de parceria inovadora e estratégica com o Flamengo, time de maior torcida do país.

O foco de atuação do BRB é a ampliação do relacionamento com a base de clientes formada principalmente nos últimos anos, levando à oferta de um portfólio completo de produtos e de atendimento diferenciado nos mais diversos cantos do país, seja nos canais físicos ou nos digitais.

Os produtos de seguridade são um destaque dessa atuação, com crescimento significativo nos prêmios de seguros, por meio da oferta qualificada de proteção aos nossos clientes.

O primeiro semestre do ano também foi marcado pela chegada do BRB na capital da Paraíba, onde passou a gerir a folha de pagamento dos servidores ativos e inativos da Prefeitura de João Pessoa, um universo de 33 mil servidores.

O BRB alcançou R$ 45 bilhões em ativos totais, aumento de 21,2% em 12 meses

Reconhecimento

Os primeiros 6 meses do ano também foram marcados pelo reconhecimento do BRB em diferentes frentes. Pelo terceiro ano consecutivo, venceu o prêmio Internacional Banking Awards, na categoria “Melhor inovação em Banco de Varejo”.

Desde que foi lançado, há 3 anos, o cartão de crédito DUX recebe, anualmente, o título de melhor do país, sendo reconhecido por dois veículos de referência do setor: Melhores Destinos e Passageiros de Primeira. No segmento imobiliário, o Banco BRB foi reconhecido pelo incentivo à produção. Além da liderança em financiamento imobiliário no DF, o BRB já ocupa posição de destaque no ranking nacional, com desempenho relevante em Goiás e na Paraíba.

Digital

O 2º trimestre de 2023 foi marcado pelo lançamento do superaplicativo do BRB. Desenvolvido a partir do escritório de inovação do Banco no Vale do Silício, no Estados Unidos, é mais rápido, completo e moderno, com uma proposta de navegação simples e intuitiva.

O período também teve como marca a consolidação de outros projetos de implementação do open banking, análise e processamento de dados (analytics e big data), segurança cibernética e governança de dados.

Atualmente, as transações realizadas nos canais digitais do BRB representam 95% das transações totais.

Meios de pagamento

O BRB lançou o cartão BRB Benefícios, uma solução diferenciada e prática para os clientes Pessoa Jurídica oferecerem aos seus colaboradores. O produto atende às necessidades específicas de cada empresa e proporciona vantagens tanto para a organização quanto para os beneficiários, permitindo que eles utilizem os valores recebidos em diferentes modalidades, por meio de um único cartão. Cada empresa pode escolher a categoria de benefício que deseja oferecer, seja para alimentação e/ou refeição.

ESG

Outra novidade em meios de pagamento foi a decisão do BRB em se tornar o primeiro banco brasileiro a substituir o material de todo o seu portifólio de cartões de plástico por PVC 100% reutilizado, o que reforça o compromisso da instituição com as melhores práticas em ESG.

Ainda em ESG, o banco seguiu com sua agenda operacionalizando os programas sociais do Governo do Distrito Federal. Desde 2019, foram pagos R$ 1,3 bilhão em benefícios e alcançadas mais de 394 mil famílias. No trimestre, foram atendidos mais de 201 mil beneficiários e movimentados mais de R$ 154,1 milhões para os mais necessitados.

Seguridade

Na área de seguros, os principais destaques do período foram o aumento de 96,4% em previdência e 64,1% em consórcios, ambos na comparação com o mesmo período do ano passado.

A emissão de seguros foi de R$ 234,8 milhões em prêmios, aumento de 23,9% na comparação do primeiro com o segundo trimestre do ano. O período também foi marcado pela consolidação de parcerias importantes da área como as com a Mapfre e BNP Paribas Cardif.

Inadimplência

A inadimplência encerrou o 2º trimestre deste ano com 1,92%, queda de 0,24 p.p e abaixo da média de mercado, de 3,55%.

A qualidade da carteira de crédito também cresceu, na comparação anual, com os ratings de menor risco, que vão de AA a C, tendo chegado a 96,5% de participação na carteira.

Basileia

O BRB encerrou o 2º trimestre deste ano com índice de Basileia de 14,95%, aumento de 0,16 p.p em relação a dezembro de 2022 e acima do marco regulatório de 10,5%. Desse total, R$ 2,29 bilhões formam o capital nível I do Banco; e R$ 1,44, o nível II. O patrimônio de referência atingiu R$ 3,88 bilhões, crescimento de 29% em 12 meses.

Rede de atendimento

O BRB encerrou este período com 1.089 pontos de atendimento, distribuídos por 12 unidades federativas, entre 189 agências e 900 correspondentes. Essa estrutura compõe a presença física do Banco em todo o Distrito Federal, além dos estados de Alagoas, Rio Grande do Norte, Bahia, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e João Pessoa.

LEIA TAMBÉM

Brasília
trovoada
26.5 ° C
26.5 °
26.5 °
57 %
2.6kmh
75 %
sex
27 °
sáb
26 °
dom
26 °
seg
27 °
ter
26 °

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever