20.5 C
Brasília
18 abr 2024 08:33


Vacina é a principal medida para evitar a Covid-19

Ministério da Saúde esclarece dúvidas sobre risco de contágio por novas subvariantes e medidas para combater a doença

Ministério da Saúde monitora e avalia permanentemente as evidências científicas mais atuais em nível internacional e o cenário epidemiológico da covid-19. A Pasta está atenta às informações sobre novas subvariantes e mantém contato permanente com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre o cenário internacional.

O Ministério da Saúde recomenda a vacinação como principal medida de combate à Covid-19, com atualização das doses de reforço para prevenção da doença. Desde que a OMS retirou o estado de emergência, em maio deste ano, ainda se mantém a recomendação para que os grupos de maior risco de agravamento pela doença continuem a seguir as medidas de prevenção e controle não farmacológicas, incluindo o uso de máscaras em locais fechados, mal ventilados ou aglomerações, além do isolamento de pacientes infectados com o vírus SARS-CoV-2. A recomendação também vale para pessoas com sintomas gripais.

Além disso, o Ministério da Saúde informa que está disponível em toda a rede do SUS, gratuitamente, o antiviral nirmatrelvir/ritonavir para ser utilizado no tratamento da infecção pelo vírus logo que os sintomas aparecerem e houver confirmação de teste positivo.

Confira abaixo vídeo da Secretária de Vigilância em Saúde e Ambiente (SVSA) do Ministério da Saúde, Ethel Maciel

  • O que muda no cenário nacional diante das novas variantes da Covid-19?

  • Há mudança nas orientações em relação às medidas de prevenção, como o uso de máscara?

  • A vacina protege contra as novas variantes da Covid-19?

 

 

 

 

 

LEIA TAMBÉM

PD nas redes