Farmácias do DF contam com 60 mil kits para testar população

Além desses, há 181 mil testes disponíveis nas unidades da rede pública

58
Print Friendly, PDF & Email

A testagem gratuita de covid-19 continua no Distrito Federal. Até a manhã desta quarta-feira (19), 60 mil testes já haviam sido retirados da Farmácia Central da Secretaria de Saúde pelos responsáveis dos estabelecimentos habilitados.

O início do atendimento, definição do horário de testagem, necessidade de agendamento ou não e quantidade de testes realizados por dia são definidos pelas farmácias

De acordo com a subsecretaria de Logística, além dos kits entregues para estratégia de testagem nas farmácias, 181 mil testes estão espalhados pelas unidades de saúde da rede pública e ainda há 539,6 mil em estoque.

O início do atendimento, a definição do horário de testagem, a necessidade de agendamento ou não e a quantidade de testes realizados por dia são definidos pelos 22 estabelecimentos parceiros. A drogaria São Rafael, no Gama, por exemplo, oferta os testes gratuitos desde segunda-feira (17).

Publicidade

A Drogaria Brasil, em Santa Maria, começou na terça-feira (18). O estabelecimento, inclusive, é o único que atende por demanda espontânea, com média de 40 senhas por dia. “As pessoas aguardam fora da loja, passam pela triagem e depois são direcionadas para o atendimento”, explica a supervisora Mariza Faria.

Já o Atacadão Drogacenter mobilizou 16 funcionários do call center para o agendamento dos testes, disponíveis nas 16 unidades da rede, desde esta quarta-feira. O farmacêutico e diretor da rede, Gilvam Júnior, elogia a iniciativa e incentiva outros colegas a participarem. “Precisamos de mais farmácias do DF engajadas para atender ainda mais pessoas”, reforça.

“Precisamos de mais farmácias do DF engajadas para atender ainda mais pessoas”

Gilvam Júnior, diretor da rede Atacadão Drogacenter

Cláudio Coelho, morador do Cruzeiro, esteve no Atacadão Drogacenter do Sudoeste na manhã de quarta-feira para fazer o teste. Colegas de trabalho de Cláudio estão infectados com o vírus da covid-19. Além disso, sua mulher e filha, que também testaram, apresentavam sintomas gripais, como dor de garganta e febre.

“Essa parceria facilitou muito a nossa testagem”, destacou o funcionário público. A filha, Beatriz, chegou a procurar o teste em laboratórios privados, mas não conseguiu. “Suspenderam a realização desse exame, mas aqui conseguimos agendar”, comemorou a estudante.

A Drogaria Messias, em Ceilândia, e a Farmácia Descontão, de Taguatinga, também iniciaram a aplicação dos testes nesta quarta. As unidades da Farmácias Descontão de Águas Claras e de Ceilândia começam a testar na quinta-feira (20) quem agendou até esta quarta-feira.

A testagem nas farmácias é uma parceria da pasta com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio-DF) que, junto ao Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos (Sincofarma), selecionou os estabelecimentos de testagem. Cada farmácia é responsável por notificar a Secretaria de Saúde dos casos positivos e negativos.

Servidores da secretaria realizaram o treinamento dos funcionários da empresa sobre o uso do sistema E-Sus, em que são registradas as informações do exame, como data de realização, resultado, lote e data de validade. Confira as informações completas na tabela abaixo:

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorCaso de cantora tcheca, antivacina, que morreu após contrair covid-19 propositalmente serve de alerta, aponta Cofen
Próximo artigoConfira os casais selecionados para o 1º Casamento Comunitário de 2022