Saúde distribui vacinas para crianças a partir de 14 de janeiro

Ministério da Saúde prevê a chegada de 3,74 milhões de doses do imunizante da Pfizer para a faixa etária de 5 a 11 anos ainda neste mês

67
Print Friendly, PDF & Email

Por Mariah Aquino

O Ministério da Saúde informou que começará a distribuir as primeiras doses de vacina para crianças contra a Covid-19 a partir de 14 de janeiro, quando estados e municípios vão receber as primeiras doses pediátricas.

O cronograma de entrega dos inunizantes foi divulgado pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, em coletiva nesta quarta-feira (5/1). Cerca de 3,74 milhões de doses do imunizante da Pfizer para a faixa etária de 5 a 11 anos chegam ao país ainda neste mês.

Publicidade

Para o primeiro trimestre de 2022, a previsão é que o ministério receba 20 milhões de doses para crianças. A estimativa da pasta é de que a primeira remessa da Pfizer chegue ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), em 13 de janeiro.

“A partir da experiência com as doses para adultos, a previsão é de que em 24 horas possamos distribuir [as vacinas] para estados e municípios”, explicou Rodrigo Cruz.

A previsão para janeiro é da chegada de três voos, um por semana, a partir de 13 de janeiro, com 1,248 milhão de doses cada. As datas definitivas, porém, não estão fechadas pela companhia farmacêutica e podem haver pequenas variações.

Cruz disse ainda que negocia a inclusão de uma quarta carga ainda em janeiro, que totalizaria 5 milhões de doses recebidas no mês.

Inclusão de crianças no Plano de Vacinação

O Ministério da Saúde voltou atrás e decidiu não determinar a obrigatoriedade de receita médica para vacinação de crianças contra a Covid-19.

Para a imunização do público, será necessário, no entanto, apresentar uma autorização dos pais. Caso o responsável não esteja presente no momento da vacinação, será cobrado um termo por escrito.

A intenção inicial do governo era exigir prescrição médica. Contudo, após a audiência pública realizada nessa terça-feira (4/1) com membros de entidades médicas, o Ministério da Saúde decidiu recuar.

O intervalo entre as doses para crianças de 5 a 11 anos estipulado pela Saúde será de oito semanas, contrariando orientação prévia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que seria ministrar a segunda dose três semanas depois da primeira. Indivíduos nesta faixa etária podem receber o imunizante da Pfizer em dose pediátrica, de um terço da habitual, de acordo com a agência reguladora brasileira. A vacinação da faixa etária vai começar por crianças com comorbidades.

Em nota, a Pfizer confirmou que as doses direcionadas à imunização da faixa etária entre 5 e 11 anos começam a ser entregues ao Ministério da Saúde a partir da semana de 10 de janeiro. Confira:

Janeiro_Posicionamento_Entr… by Carlos Estênio Brasilino

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
FONTEMetropoles
Artigo anteriorIntervalo entre doses para crianças será de oito semanas
Próximo artigoIbaneis decretou: todas as manifestações carnavalescas de 2022 estão canceladas