Sindate-DF apresenta demandas dos técnicos em enfermagem ao novo secretário de Saúde

Portaria nº 77 da APS, 40 horas semanais, falta de materiais de limpeza, agressão de servidor, recesso de final de ano e vacinação contra coronavírus foram abordados com SES-DF

131
Print Friendly, PDF & Email

Por Kleber Karpov

A direção do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (SINDATE-DF), se reuniu, na tarde desta sexta-feira (08/Out), se reuniu com o secretário de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Manoel Pafiadache, para apresentar demandas dos Técnicos em Enfermagens da SES-DF.

Mais técnicos no ESF

Dentre as pautas, está a alteração da Portaria nº 77, de 14 de fevereiro de 2017, que estabelece a política de Atenção Primária à Saúde (APS) do Distrito Federal, para garantir a inclusão de um terceiro técnico em enfermagem, na composição da Equipe Saúde da Família (ESF). Pafiadache se comprometeu a realizar estudo junto a Subsecretaria de Gestão de Pessoas (SUGEP), para ver viabilidade de se realizar tal dimensionamento.

Publicidade

Vale ressaltar que sobre tal demanda, o Sindate-DF, também chegou a provocar a Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS) do Ministério da Saúde (MS).

Remanejamento de UBS

Outra pauta abordada foi a mudança de locação da Unidade Básica de Saude (UBS) 01, de Vicente Pires. A direção do SINDATE-DF apontou o receio de haver retaliações à técnica em enfermagem agredida naquela unidade, uma vez que tais agressões partiram do proprietário do imóvel. Demanda essa que segundo Pafiadache, a SES-DF analisa novos locais que possam receber a UBS.

Recesso de final de ano

O SINDATE-DF solicitou ao secretário, que servidores eventualmente impedidos de usufruir o recesso de final de ano, possam gozar de tal descanso, posteriormente, até o fim do mês de março e, sem a compensação de horas. Demanda considerada viável por Pafiadache, o SES-DF se comprometeu em analisar o pleito.

Falta de materiais de limpeza

O SINDATE-DF pedi providências por parte da SES-DF, em relação à falta de materiais de limpeza em hospitais e Unidades de Pronto Atendimentos (UPAs) do DF. Na ocasião, Pafiadache informou que houve quitação das dívidas com  fornecedores e a reposição devem ocorrer em breve,  em todas as unidades de saúde.

Pafiadache esclareceu ainda que a SES-DF realizou a compra de alguns itens assistenciais também a serem entregues brevemente às unidades de saúde;

Vacinação

O SINDATE-DF solicitou ao secretário de saúde, a utilização de alunos das Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS) e Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), para auxiliar na aplicação de vacinação contra o coronavírus. Ideia essa, bem recebida por Pafiadache. O SES-DF se comprometeu em avaliar tal possibilidade.

Vacinação II

Dado parecer do Sindate-DF sobre a sobrecarga dos servidores em relação a aplicação de vacina contra a covid-19, Pafiadache convidou o sindicato a visitar uma UBS com alta demanda de vacinações, de modo que o secretário possa acompanhar de perto o problema para buscar soluções.

40 horas e Concurso público

O SINDATE-DF explicou ao secretário, a importância da concessão da carga horária de 40 horas semanais aos técnicos em enfermagem, defendida pelo deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos), alternativa ao déficit de pessoal, dado que o último concurso público da SES-DF foi realizado em 2014.

Artigo anteriorMPDFT requisita informações sobre atuação de policiais militares em assentamentos
Próximo artigoBrasil ultrapassa 600.425 mortes por covid-19