14.5 C
Brasília
20 jun 2024 03:55


Grupo de trabalho vai aperfeiçoar o plano de enfrentamento à dengue no DF

Objetivo da Secretaria de Saúde é oferecer melhorias contínuas no atendimento à população com preparação para o próximo ciclo da doença

Por Ana Paula Siqueira

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) criou grupo de trabalho (GT) para revisar e atualizar o Plano para Enfrentamento da Dengue e Outras Arboviroses. A criação do grupo foi publicada no Diário Oficial do DF (DODF) nesta segunda-feira (27) e tem o objetivo de verificar quais medidas foram efetivas no enfrentamento à doença e quais pontos de atenção precisam ser aperfeiçoados para melhorar o atendimento ofertado à população.

“O período epidêmico já passou. Agora, nós vamos olhar para trás e fazer uma revisão das lições aprendidas para a próxima sazonalidade da doença. Vamos identificar quais ações foram efetivas e quais precisam ser aperfeiçoadas, além de implementar novas estratégias”

Fabiano dos Anjos
subsecretário de Vigilância à Saúde

O GT terá a participação de 14 servidores de diferentes setores da SES-DF e será coordenado pela Assessoria de Mobilização Institucional e Social para Prevenção de Endemias (Amispe). Além da dengue, ele vai reforçar o enfrentamento de doenças como zika e chikungunya.

O subsecretário de Vigilância à Saúde, Fabiano dos Anjos, explica que o plano é elaborado todos os anos e que aperfeiçoamentos podem ser realizados. Exemplo disso foi a inclusão da vacinação contra a dengue como parte do enfrentamento.

“O período epidêmico já passou. Agora, nós vamos olhar para trás e fazer uma revisão das lições aprendidas para a próxima sazonalidade da doença. Vamos identificar quais ações foram efetivas e quais precisam ser aperfeiçoadas, além de implementar novas estratégias”, explica o subsecretário. Ele lembra que 2024 foi um ano atípico, com o início do registro de casos da dengue antes do período esperado, que seria entre abril e maio.

Segunda dose da vacina contra a dengue está disponível em mais de 100 UBSs. A imunização foi incluída como estratégia de enfrentamento à doença | Foto: Sandro Araújo/Agência Saúde-DF

Para dar início aos trabalhos, a SES-DF vai realizar oficina em parceria com Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), nos dias 13 e 14 de junho, em local a ser definido. Além dos servidores designados para compor o grupo, poderão participar das reuniões do GT, como convidados especiais, representantes de outros órgãos e entidades, públicas ou privadas, e especialistas em assuntos relacionados ao tema.

Vacinação

A segunda dose da vacina contra a dengue já está disponível para as crianças de 10 a 14 anos em mais de 100 Unidades Básicas de Saúde (UBS). O intervalo é de 90 dias e deve seguir o esquema indicado pelo Ministério da Saúde. A data correta para receber o reforço está na caderneta de vacinação de cada criança.

A imunização dessa faixa etária busca reduzir hospitalizações e óbitos decorrentes de complicações causadas pela doença. Das 170 mil crianças e adolescentes registrados no DF, cerca de 61 mil foram imunizados contra a doença. Quem ainda não levou jovens dessa idade para vacinar, deve procurar as UBSs que estão aplicando a vacina contra a dengue e iniciar o esquema vacinal.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever