21.5 C
Brasília
17 jun 2024 14:08


Edição especial de 15 anos da AgroBrasília fecha com número recorde de negócios

Ao longo dos cinco dias, R$ 5,1 bilhões em negócios foram realizados na maior feira de agronegócio do Planalto Central.

Realizada pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (COOPA-DF), a AgroBrasília 2024 ocorreu entre os dias 21 e 25 de maio, de terça-feira a sábado, com o tema central: “O Agro do Futuro, a Gente Cultiva Hoje”.

Curiosos, estudantes, professores, pesquisadores e produtores rurais de todos os portes e segmentos estiveram no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci para ver de perto o que há de mais eficiente, inovador e tecnológico no agronegócio.

Independentemente da motivação, quase 174 mil pessoas passaram pelas avenidas da AgroBrasília 2024. Ao todo, foram 592 expositores, um número recorde, divididos em diversas áreas como agricultura, pecuária, pesquisa, inovação, tecnologia, maquinário, insumos, cultivares, entre outros.

Outra marca histórica alcançada pela Feira neste ano foi o número de negócios realizados: R$ 5,1 bilhões. José Guilherme Brenner, presidente da COOPA-DF e da AgroBrasília, fez um balanço do evento.

“Uma Feira muito boa, que cumpriu com todos os nossos objetivos. Grande visitação, muitos negócios. Quero agradecer a todos que estiveram aqui no Parque e contribuíram para esta AgroBrasília, como os expositores que marcaram presença e acreditaram na gente, os bancos que participaram ativamente como nunca antes visto”, agradeceu o presidente.

AgroBrasília 2024, palco de novidades e oportunidades

A maior feira de agronegócio do Planalto Central sempre foi marcada por grandes lançamentos e oportunidades exclusivas de negócios. Do plantio a soluções eficientes, a AgroBrasília é realizada de produtor para produtor, oferecendo um mix de possibilidades para o trabalhador do campo.

Fundada em 20 de março de 1964, com o intuito de desenvolver produtos que facilitassem a vida de quem trabalha com agronegócio, a Vence Tudo completou 60 anos em 2024 e trouxe para a AgroBrasília 2024 seu portfólio completo com condições especiais.

Ildemar Budke, gerente comercial da marca, avaliou a edição especial de 15 anos da Feira. “Tivemos negócios realizados desde o primeiro dia. Estamos muito satisfeitos e muitas transações futuras foram iniciadas aqui. Aqui o trabalhador rural encontrou preço especial e linhas de crédito favoráveis”, detalhou o gerente comercial.

Uma das grandes novidades da empresa na Feira foi a Macanuda 3,20, uma semeadora autotransportável. Disponível nas versões de 24, 26, 28 e 30 linhas, a plantadeira oferece uma eficiência excepcional tanto no campo quanto no transporte, com apenas 15% do peso da máquina sobre o trator durante o deslocamento. Isso resulta em significativa economia de combustível e otimização da eficiência operacional. Além disso, elimina a necessidade de desmonte de rodados, garantindo estabilidade e segurança durante o transporte.

“Foi o nosso grande lançamento. A Vence Tudo trouxe muita tecnologia e praticidade para quem trabalha com o plantio. Todo ano, aplicamos novidades de acordo com a necessidade do cliente. O principal diferencial da Macanuda 3,20 é a parte de logística. Tempo é dinheiro. Em outras palavras, plante sem parar”, finalizou Budke.

Outra solução presente na Feira são os fertilizantes. Rogério Resende, sócio-proprietário da Equilíbrio Fertilizantes, detalhou tudo o que a marca pode oferecer para o produtor rural.

“Nossa sede fica em Catalão, Goiás, e temos 11 anos de mercado. Nossos produtos aumentam a eficiência dos fertilizantes convencionais. Trabalhamos também com a linha de sais e sulfatos, nutrição animal e nosso grande lançamento, que é a Eq Coat, uma tecnologia de

Uma das grandes novidades da empresa na Feira foi a Macanuda 3,20, uma semeadora autotransportável. Disponível nas versões de 24, 26, 28 e 30 linhas, a plantadeira oferece uma eficiência excepcional tanto no campo quanto no transporte, com apenas 15% do peso da máquina sobre o trator durante o deslocamento. Isso resulta em significativa economia de combustível e otimização da eficiência operacional. Além disso, elimina a necessidade de desmonte de rodados, garantindo estabilidade e segurança durante o transporte.

“Foi o nosso grande lançamento. A Vence Tudo trouxe muita tecnologia e praticidade para quem trabalha com o plantio. Todo ano, aplicamos novidades de acordo com a necessidade do cliente. O principal diferencial da Macanuda 3,20 é a parte de logística. Tempo é dinheiro. Em outras palavras, plante sem parar”, finalizou Budke.

Outra solução presente na Feira são os fertilizantes. Rogério Resende, sócio-proprietário da Equilíbrio Fertilizantes, detalhou tudo o que a marca pode oferecer para o produtor rural.

“Nossa sede fica em Catalão, Goiás, e temos 11 anos de mercado. Nossos produtos aumentam a eficiência dos fertilizantes convencionais. Trabalhamos também com a linha de sais e sulfatos, nutrição animal e nosso grande lançamento, que é a Eq Coat, uma tecnologia de alta performance que conseguiu excelentes resultados aqui mesmo na AgroBrasília e também em propriedades de produtores locais”, disse Resende.

E quem gostou da AgroBrasília 2024 não foram só os expositores. Franceska Borges Cenci é produtora rural, trabalha com agricultura e pecuária, além de fazer parte da diretoria da COOPA-DF. Presente desde a primeira edição da Feira, a produtora exaltou a edição deste ano.

“É um imenso prazer estar aqui. Conseguimos ver muita tecnologia, fazer grandes negócios, encontrar amigos e ajudar nossos conterrâneos do Sul”, enfatizou Cenci.

Pesquisa e inovação

Uma das grandes novidades da programação da Feira deste ano foi o Pavilhão de Inovação e Tecnologia. Desenvolvido pela Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (COOPA-DF), pela AgroBrasília e com o apoio de startups e instituições de pesquisa renomadas como a SoluBio e a Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF), o espaço foi uma oportunidade única para os visitantes conhecerem as mais recentes tecnologias desenvolvidas para a eficácia e otimização de processos no agronegócio.

Durante a AgroBrasília, o Pavilhão de Inovação e Tecnologia foi palco de pitches, rodadas de negócios e palestras com especialistas que fizeram demonstrações de projetos de pesquisa e desenvolvimento. “O espaço oferece uma amostra completa das tecnologias de ponta para o agronegócio”, declarou Lydia Costa, Gerente Executiva do Pavilhão.

São 400 m² de espaço que comportam 20 startups e 9 empresas. A programação contou com as últimas inovações aplicáveis ao agronegócio brasileiro, como soluções inovadoras em agricultura de precisão, conectividade, sensoriamento, monitoramento inteligente, nanotecnologias, bioinsumos, biotecnologias e inteligências artificiais que estão revolucionando o setor.

A Emater-DF também contou com uma programação repleta de novidades. “A área da Emater-DF dentro da Feira tem quase 3 hectares, compostos por 8 circuitos tecnológicos, onde apresentamos novidades e tecnologias que o pequeno produtor rural pode implementar na sua propriedade. Então, foi um grande dia de campo, com tecnologias sociais, irrigação automatizada no circuito de olericultura, além dos circuitos temáticos da fruticultura, floricultura, avicultura, aquicultura, bovinocultura e agroindústria, onde todos eles apresentaram tecnologia destacada”, detalhou o Presidente da Emater-DF, Cleison Duval.

Outra grande novidade da Feira foi o espaço desenvolvido pelo Grupo Associado de Agricultura Sustentável (GAAS), referência na implementação e divulgação das práticas sustentáveis da agricultura e produção agroalimentar.

O presidente do GAAS, Eduardo Martins, detalhou o que os visitantes encontraram na AgroBrasília 2024. “Aqui em nosso estande mostramos ao produtor rural o que é o GAAS e em que estão baseadas as nossas práticas de forma detalhada. Focamos na qualidade do solo com o uso mínimo de insumos que são ofensivos à vida”, disse Martins.

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) também teve uma programação focada na apresentação dos resultados com as recentes pesquisas para o produtor rural brasileiro. “A Embrapa Cerrados apresentou resultados em diversas áreas, como as gramíneas, leguminosas forrageiras, mandioca de indústria, fruticultura, hortaliças, Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), novas variedades de milho, sorgo, feijão, e até um pré-lançamento de girassol adaptado para a região do Cerrado”, comentou Fábio Faleiro, chefe adjunto de transferência de tecnologia e pesquisador da Embrapa.

Cooperativismo

Mais que uma das maiores feiras de agronegócio do país, a AgroBrasília desponta como uma vitrine fundamental para mostrar ao Brasil e ao mundo o que o cooperativismo é capaz de fazer.

Uma demonstração dessa força foi a inauguração da Casa do Cooperativismo, durante o primeiro dia de programação da AgroBrasília. Inaugurado pelo Sistema OCB/DF, o novo espaço fica localizado no Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, sede da AgroBrasília, situado às margens da BR-251.

A Casa ocupa uma área de 500 m², próxima ao mirante do Parque, e será um centro de referência e apoio às cooperativas locais, com um ambiente moderno e multifuncional para a realização de eventos, workshops, encontros e atividades de formação.

O local foi projetado para proporcionar troca de experiências, capacitação e promoção do crescimento sustentável das cooperativas do Distrito Federal, com foco especial no Ramo Agro. A estrutura conta com salas de capacitação e áreas de integração e busca reafirmar o compromisso do cooperativismo brasiliense com o desenvolvimento contínuo da região.

Remi Gorga Neto, presidente do Sistema OCB/DF, afirmou que a inauguração é um marco para o movimento no Distrito Federal. “Nos dedicamos para que esse momento acontecesse e trabalhamos para que fosse possível entregar um espaço em que todas cooperativas, de todos os segmentos, possam se sentir à vontade e ter uma casa”, disse Gorga Neto.

Ajuda aos cooperados e produtores do Rio Grande do Sul

Em 1978, produtores rurais visionários saíram do Sul do Brasil para ajudar a lançar os alicerces da COOPA-DF. Ao longo das décadas, acreditando no cooperativismo como instrumento de promoção social e econômica, não pouparam esforços e dedicação de suas vidas para fortificar as raízes desta cooperativa e tornar o Cerrado um verdadeiro celeiro de ouro do agronegócio brasileiro.

Desta vez, foi o momento da COOPA-DF e da Feira ajudar os trabalhadores gaúchos. “A AgroBrasília segue com entrada franca. Porém, quem quiser colaborar com alguma doação, o Parque terá totens com um QR Code destinado a um pix solidário. Temos muitos cooperados do Sul, inclusive de regiões muito afetadas pela enchente. A intenção é ajudar as cooperativas e os amigos produtores rurais do interior a superarem esse momento de crise”, detalhou José Guilherme Brenner, presidente da COOPA-DF e da AgroBrasília.

O Parque Tecnológico Ivaldo Cenci teve pix solidário, pontos de coleta para doação de alimentos não perecíveis, roupas, agasalhos, itens de higiene pessoal, água potável, entre outros.

Financiamento

Um dos diferenciais da Feira sempre foi a presença de instituições de crédito, que apresentam condições únicas para o empreendedor rural financiar a atividade.

Durante a Feira, o produtor rural também teve acesso a seguros agrícolas oferecidos pelos bancos, que podem abranger máquinas, implementos, a terra, a casa e a safra.

Tudo isso foi proporcionado pelo patrocinador master da AgroBrasília 2024, o Banco de Brasília (BRB), e pelos outros patrocinadores da Feira, como as equipes do Banco do Brasil, Caixa Econômica, Bradesco, Sicredi e Sicoob, presentes na Feira.

Inclusive, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, marcou presença na 15ª edição da AgroBrasília. Na ocasião, o governante anunciou um pacote de medidas em prol do segmento agro no DF.

Mulheres

A AgroBrasília 2024 teve no seu último dia de programação, sábado, 25 de maio, o “2º Encontro de Mulheres Agro: Elas Pensam o Futuro”. A oportunidade reuniu mulheres no Auditório Buriti que têm as marcas de suas mãos no campo, onde trocaram ideias e compartilharam momentos.

Historicamente, o trabalho feminino no campo sempre foi subestimado e invisível, mas, atualmente, elas estão assumindo posições de liderança e inovando em diversas áreas, desde a produção até a gestão de propriedades rurais. A participação feminina no agro não se limita apenas às tarefas tradicionais; elas estão cada vez mais envolvidas em processos de tomada de decisão.

“Este evento para as mulheres rurais é para que nós possamos estar juntas e mostrar que somos capazes de lidar com grandes desafios, assim como os homens também”, enfatiza Nadja Lima, coordenadora de Comunicação da AgroBrasília.

Waleska Del Pietro, engenheira agrônoma e palestrante, trabalha com projetos de desenvolvimento sustentável e fala sobre a importância do evento: “As mulheres estão se tornando protagonistas na gestão dos seus negócios. Desde a engenheira às produtoras. Este evento é pensado para que elas despertem cada vez mais, pois nunca é tarde para replantar e se tornar intérprete na transformação e sucesso do seu negócio”, finalizou.

AgroBrasília 2025

Na reunião de fechamento da AgroBrasília 2024, o presidente José Guilherme Brenner anunciou a data da maior feira de agronegócio do Planalto Central em 2025: 20 a 24 de maio. Até lá!

 

 

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever