24.5 C
Brasília
17 jun 2024 17:49


Teatro, jogos e brincadeiras ensinam sobre segurança no trânsito a mais de 1,5 mil alunos

Curso foi realizado pelo Detran-DF e pela SEEDF, dentro da campanha Maio Amarelo, e reuniu, na Eape, professores e estudantes da educação infantil e do ensino fundamental

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) e o Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF) realizaram, nesta quinta-feira (23), o encontro presencial do 13º Ciclo do curso Mobilidade e Trânsito. A ação educativa de formação para professores foi realizada na Subsecretaria de Formação Continuada dos Profissionais da Educação (Eape) e faz parte da programação da campanha Maio Amarelo 2024. O evento contou com a presença de pelo menos 1.500 estudantes da educação infantil e ensino fundamental.

Mais de 1.500 estudantes da educação infantil e ensino fundamental estiveram presentes no curso realizado na Eape | Foto: Divulgação/Detran-DF

“Essa parceria é importantíssima, porque é através da educação que a gente vai, de fato, conseguir mudar a realidade do que acontece aqui no Distrito Federal. Precisamos trabalhar junto com os órgãos competentes e continuar a capacitar os professores para preparar os nossos alunos. Nossa dedicação é para que essas crianças sejam exemplos para suas famílias como condutores e pedestres responsáveis”, afirmou a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, que participou do evento, que também contou com a presença da diretora de Educação no Trânsito, Ana Moreira.

Durante o evento, os estudantes participaram de atividades educativas sobre segurança no trânsito, conheceram viaturas e assistiram a uma apresentação especial do grupo de teatro do Detran-DF. Além disso, participaram de jogos, brincadeiras e demonstrações dos setores de fiscalização e engenharia de tráfego, proporcionando uma experiência prática e dinâmica. Uma das principais iniciativas educativas foi um minicurso de noções básicas de primeiros socorros direcionado aos monitores da SEEDF.

O estudante do 4º ano, Paulo Guilherme Lino, de 10 anos, da Escola Classe 05 do Núcleo Bandeirante, aprovou o momento de aprendizado e contou que, com a ajuda das aulas e brincadeiras educativas, começou a falar sobre educação no trânsito com a família. “Eu falei para o meu pai que não pode dirigir com o celular na mão e tem que usar o cinto de segurança, também é correto fazer o sinal de vida quando for atravessar a faixa de pedestre”, lembrou o aluno.

O estudante do 4º ano, Paulo Guilherme Lino, de 10 anos, da Escola Classe 05 do Núcleo Bandeirante, participou de um dia cheio de aprendizados | Foto: Jotta Casttro/SEEDF

A diretora de Educação de Trânsito do Detran-DF, Ana Moreira, enfatizou a importância de levar essas ações para a comunidade escolar. “Eu acho que a fatalidade em volta dos acidentes de trânsito pode ser reduzida consideravelmente com a educação levada aos professores, às escolas e principalmente às crianças, para que elas possam levar isso para os pais”, afirmou.

Curso de formação

O curso de formação de professores Mobilidade e Trânsito, parte do Programa Detran nas Escolas, é voltado para professores efetivos e temporários da Secretaria de Educação e das instituições de educação infantil conveniadas. A capacitação tem como objetivo desenvolver ações pedagógicas voltadas à educação para o trânsito, promovendo uma mobilidade segura e uma cultura de paz no trânsito. A atividade pedagógica é um dos três momentos presenciais do curso de 120h/a realizado em formato EaD para professores da rede pública de ensino do DF.

Além da formação, o curso do Detran oferece materiais didáticos de apoio, incluindo kits de jogos para a educação infantil e livros para os anos iniciais do ensino fundamental. A subsecretária da Eape, Graça de Paula, destaca o impacto esperado a longo prazo da inclusão da segurança no trânsito na formação dos educadores para a comunidade escolar e para a sociedade em geral.

“O impacto é a escola fazendo o papel de escola. Nós temos o resultado diretamente no trânsito, na rua, o aluno que chega em casa e traz para o pai a necessidade do gesto de sinal de vida. A formação do professor junto ao Detran é uma ação de cidadania”, explicou Graça de Paula. “Estamos formando cidadãos que vão fazer a diferença no trânsito. Só neste curso, que dura três meses, temos cerca de 482 professores cursistas. Isso é fundamental para a educação de trânsito nas escolas”, concluiu.

“Caminhamos juntos nessa missão de formar cidadãos conscientes no trânsito. É uma constante troca de saberes entre os nossos professores do trânsito com os professores da Secretaria de Educação que também são multiplicadores dessa paz no trânsito que tanto buscamos”, disse o diretor-geral do Detran-DF, Takane do Nascimento.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever