25.5 C
Brasília
14 jun 2024 18:29


Empresas do DF são premiadas pelo avanço em produtividade e eficiência

Criado em 2019, o Programa DF+ atende entidades com consultoria para aumentar produtividade, eficiência e inovação aos processos. Até maio, 312 empresas já concluíram a assistência e 36 estão sendo atendidas

Por Adriana Izel e Victor Fuzeira

O Governo do Distrito Federal (GDF) entregou, nesta quarta-feira (22), os certificados de conclusão e os troféus para 287 empresas participantes do Programa DF+, que presta consultoria a entidades do setor produtivo no sentido de aumentar a produtividade e estimular a inovação. A solenidade foi realizada no auditório do Senai de Taguatinga.

O Programa DF+ premiou, nesta quarta-feira, 287 empresas. Solenidade de entrega de certificados e troféus, no auditório do Senai de Taguatinga, contou com a presença do secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo | Foto: Paulo H. Cavalho/Agência Brasília

Na ocasião, o secretário de Governo, José Humberto Pires de Araújo, destacou que o programa tem como objetivo levar consultorias a empresas para melhorar os processos e incentivar o desenvolvimento. “Esse investimento que está sendo feito para a qualificação dos trabalhadores, dos empresários da área industrial e das suas empresas é fundamental. O Brasil vive um momento que precisa de aumento de produtividade, de melhoria da qualificação dos profissionais”, disse.

“O apoio do GDF é no sentido de construir e dar a essas empresas caminhos, condições para que elas possam se manter atualizadas. É um programa extremamente positivo”

José Humberto Pires de Araújo
secretário de Governo

“O apoio do GDF é no sentido de construir e dar a essas empresas caminhos, condições para que elas possam se manter atualizadas. É um programa extremamente positivo. Todo o valor que você investe nele virá em retorno positivo em relação à produtividade, ao emprego, renda e, sobretudo, à sustentabilidade das empresas”, acrescentou o titular da pasta.

Eficiência ampliada

O DF+ foi criado em 2019 a partir de um convênio da Fundação de Apoio à Pesquisa do DF (FAPDF) com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal (Senai-DF), com apoio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Governo do Distrito Federal (Secti-DF).

Leonardo Reisman, secretário de de Ciência, Tecnologia e Inovação: “O foco é no aumento de produtividade. A gente sabe que as pequenas e médias empresas hoje fazem grande parte da base produtiva do Distrito Federal e, pensar em adoção de tecnologia e aumento de produtividade dessas empresas, é a missão do programa”

A iniciativa se desdobra em três tipos de consultoria: DF+ Produtivo, voltado ao ganho de produtividade, com foco em redução de desperdícios; DF+ Avançado, que implementa conceitos de indústria 4.0 com software e hardware específicos; e o DF+ Eficiente, focado na eficiência energética.

“O foco é no aumento de produtividade. A gente sabe que as pequenas e médias empresas hoje fazem grande parte da base produtiva do Distrito Federal e, pensar em adoção de tecnologia e aumento de produtividade dessas empresas, é a missão do programa”, ressaltou o titular da Secti, secretário Leonardo Reisman.

A empresária Ana Paula Guimarães afirma que, com a ajuda do programa, conseguiu um incremento de 25% na produtividade

Até maio deste ano, 312 empresas concluíram a assistência e 36 estão sendo atendidas pelo programa. Segundo os dados do Senai-DF, 95,84% das empresas participantes tiveram um aumento na produtividade após participarem do DF+ Produtivo.

A atuação das equipes técnicas do Senai ocorre a partir de consultoria focada nos índices de produtividade das empresas participantes, identificando desde gargalos no processo produtivo a melhorias de layout das estruturas. “Com isso, nós conseguimos ter como meta mínima um acréscimo de 20% de produtividade. Porém, o processo tem sido tão efetivo que, em alguns casos, a gente tem conseguido chegar a quase 100% de melhoria, o que é bastante significativo”, detalhou o diretor regional do Senai-DF, Marco Secco.

Retorno imediato

Uma das empresas participantes é a Elétrica Guimarães. A empresária Ana Paula Guimarães afirma que, com a ajuda do programa, conseguiu um incremento de 25% na produtividade. “A gente estava com um gargalo muito grande na produção e procuramos o Senai para conseguir fazer esse auxílio. Foi uma experiência incrível, a gente conseguiu identificar alguns gargalos em relação ao tempo”, relatou.

Para participar do DF +, as empresas interessadas precisam fazer uma autoavaliação no portal maturidade.senai40.com.br. Após a realização, um consultor do Senai-DF entrará em contato para confirmar a adesão, caso a empresa atenda os requisitos exigidos pelo programa, como ter um processo produtivo em operação no momento da consultoria. Mais informações no site do DF+.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever