14.5 C
Brasília
28 maio 2024 08:37


Servidores participam de oficina sobre segurança nas escolas

Em sua segunda edição, curso contou com a participação de 240 profissionais durante toda a quarta-feira (10) e contou com simulações sobre como agir em situações de emergência

Servidores da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEEDF) e profissionais de escolas privadas participaram, nesta quarta-feira (10), da segunda oficina sobre Evento com Agressor Ativo em Ambiente Escolar, realizada pela Assessoria Especial de Cultura da Paz da pasta, e pelo Batalhão de Policiamento Escolar da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). O evento foi realizado durante todo o dia no Instituto Federal de Brasília (IFB) de Ceilândia.

O curso, aberto à comunidade escolar em geral, teve como objetivo proporcionar reflexões, debates e trocas de experiências sobre estratégias de prevenção e intervenção diante do tema. Educadores e profissionais da área de segurança estiveram presentes, engajados em palestras e atividades práticas voltadas para lidar com casos de ataque nas escolas.

“É fundamental trabalharmos em conjunto, integrando ações e recursos, para assegurar a proteção e o bem-estar dos nossos alunos e profissionais”

Iêdes Braga, subsecretária de
Educação Básica da SEEDF

O Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Distrito Federal (Bope) compartilhou protocolos e orientações sobre como os educadores devem se portar diante de situações críticas. Durante a oficina, os participantes adquiriram habilidades para enfrentar emergências escolares, como evacuação segura e comunicação com autoridades. Eles também simularam situações de crise para praticar como deve ser feita a proteção dos alunos e equipe.

“É fundamental que educadores saibam como agir em situações de emergência, pois a segurança nas escolas é uma responsabilidade compartilhada”

Tenente-coronel Renata Braz,
comandante do Batalhão Escolar da PMDF

A subsecretária de Educação Básica da SEEDF, Iêdes Braga, enfatizou a parceria entre a pasta e a Secretaria de Segurança Pública, reforçando a necessidade de unir esforços para garantir um ambiente escolar seguro para todos. “É fundamental trabalharmos em conjunto, integrando ações e recursos, para assegurar a proteção e o bem-estar dos nossos alunos e profissionais”, destacou.

A comandante do Batalhão Escolar da PMDF, tenente-coronel Renata Braz, destacou a importância das instruções fornecidas. “Tomara que nunca precisemos utilizar, mas é fundamental que educadores saibam como agir em situações de emergência, pois a segurança nas escolas é uma responsabilidade compartilhada”, afirmou.

Simulações promovidas pelo curso foram fundamentais para orientar educadores sobre como agir em situações de emergência

Assessoria de paz

A implementação de medidas preventivas contra ataques em escolas desempenha um papel crucial na construção de um ambiente seguro. Estratégias como a criação de programas de conscientização sobre saúde mental e a promoção de um ambiente inclusivo podem ajudar a prevenir potenciais ameaças.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever