15.5 C
Brasília
24 maio 2024 10:54


Planejamento bem executado garante segurança no 8 de janeiro de 2024

Atuação integrada e organização prévia, com participação dos órgãos envolvidos, foi essencial para tranquilidade da data na capital federal

“O dia transcorreu com tranquilidade, com registro de um incidente que rapidamente foi identificado pelos policiais. O que aconteceu no fatídico 8 de janeiro de 2023 não se repetirá. Temos total confiança em nossas forças de segurança”

Sandro Avelar, secretário de Segurança Pública

O Protocolo de Ações Integradas (PAI) elaborado pelo Governo do Distrito Federal (GDF) e o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para atuação das forças de segurança do DF nesta segunda-feira (8), foi colocado em prática já nas primeiras horas do dia. O documento foi elaborado com a participação de representantes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), MJSP e chefes da segurança do Legislativo e Judiciário federais. A data marca o primeiro ano dos ataques às sedes dos Três Poderes, com a realização de uma sessão solene em celebração à democracia no plenário do Senado Federal.

“Intensificamos os encontros com o governo federal nas últimas duas semanas para definição da atuação de cada um dos órgãos, com foco na integração e integralidade de ações para garantia da segurança na área impactada. Empregamos a força máxima da Polícia Militar para garantia da ordem pública e mobilidade da população”, pontua o secretário de Segurança Pública do DF, Sandro Avelar. “O dia transcorreu com tranquilidade, com registro de um incidente que rapidamente foi identificado pelos policiais. O que aconteceu no fatídico 8 de janeiro de 2023 não se repetirá. Temos total confiança em nossas forças de segurança”, completou.

O GDF intensificou os encontros com o governo federal nas duas últimas semanas para definir a atuação de cada um dos órgãos, com foco na integração e integralidade de ações para garantia da segurança na área impactada | Foto: Divulgação/SSP-DF

Uma mulher foi conduzida à 5ª Delegacia de Polícia, responsável pela região central de Brasília, por ameaça ao efetivo de segurança da Câmara dos Deputados. Ela portava itens proibidos, como arma de choque e spray de pimenta, e foi encaminhada à sede da Polícia Federal.

O trânsito da Esplanada dos Ministérios foi liberado por volta das 19h. O trecho da via N1 entre a L4 e a Avenida das Bandeiras havia sido fechado nesta segunda-feira (8).

A região central foi monitorada por meio de câmeras e drones, com imagens transmitidas ao vivo ao Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), que reúne 30 órgãos, instituições e agências do GDF voltados para segurança, mobilidade, saúde, prestação de serviço público e fiscalização. O alto-comando da segurança pública do Distrito Federal e representantes de órgãos federais estiveram no local, por meio do gabinete de gestão estratégica.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever