22.5 C
Brasília
21 maio 2024 02:01


Sindate-DF e concursados inicia 2024 com pedido de nomeação de técnicos em Enfermagem

3064 concursados aprovados estão na expectativa de serem convocados para atuar na SES-DF

Publicado em 08/01/2024 às 14h44 | Atualizado em 09/01/2024 às 08h05

Por Kleber Karpov

Durante entrega da Unidade II da Unidade Básica de Saúde (UBS) 6 de Santa Maria, que contou com a presença da governadora do DF, em exercício, Celina Leão (Progressista), uma comissão de técnicos em Enfermagem, aprovados no concurso público realizado em 2022, pediram nomeação da categoria.

O ato, divulgado nas redes sociais contou com o pedido, à governadora, Celina Leão, por parte da secretária de Estado de Saúde do DF (SES-DF), Lucilene Florêncio, também lembrou os concursados que aguardam nomeação.

“Os concursados aprovados no concurso de 2022, pedem a senhora, a nomeação. Em nome dos futuros servidores, eu peço a senhora o seu olhar carinho, responsável e zeloso, por essa categoria.”, disse Lucilene Florêncio.

Falta Técnicos nas unidades

Na saída do evento, a diretora do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do DF (Sindate-DF), Josy Jacob, abordou Celina Leão para ratificar a necessidade das nomeações na Saúde.

“Celina não esquece de nós não. Nós vamos paralisar as coletas porque não tem técnico em Enfermagem.”, disse Josy Jacob, ao ponderar que o quadro de técnicos está defasado, por estarem doentes, em decorrência da sobrecarga durante a pandemia da Covid-19.

3064 aprovados

No final de dezembro, houve a convocação de médicos e enfermeiros para a SES-DF. Na ocasião, Celina Leão chegou a comentar sobre a intenção, mas impossibilidade, decorrente da falta de recursos, para o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), convocar os técnicos em Enfermagem. Ao todo, 3064 concursados aprovados estão na expectativa de serem convocados para atuar na SES-DF.

Ao Política Distrital (PD), Josy Jacob esclareceu que “estamos fazendo de tudo para conseguir as nomeações de técnico em Enfermagem porque sabemos que o déficit é enorme e os técncios que estão na ativa não estão conseguindo atender toda a demanda da população.”.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever