19.5 C
Brasília
18 abr 2024 05:18


ESCS divulga especialização em gestão do sistema brasileiro de transplantes

O curso é de pós-graduação lato sensu, com duração de 15 meses, e tem formato EaD

A Escola Superior de Ciências da Saúde (Escs) divulgou edital de processo seletivo, com 20 vagas para especialização em gestão do sistema brasileiro de transplantes de órgãos e tecidos. A oportunidade é um curso de pós-graduação lato sensu, voltado para profissionais graduados que atuem na Central de Transplantes do Distrito Federal (CET-DF) e em comissões intra-hospitalares de doação de órgãos e tecidos para transplantes no Distrito Federal (Cihdotts).

Com o objetivo de aperfeiçoar o trabalho desses profissionais, essa é a segunda turma do curso, com duração de 15 meses e carga horária de 360 horas. No decorrer das aulas, que são no formato Ensino a Distância (EaD), às terças e quintas-feiras no período noturno, os alunos serão capacitados para atuar em atividades gerenciais relacionadas ao processo de doação, captação e transplantes, e suas interfaces correlatas.

Essa é a segunda turma do curso, com duração de 15 meses e carga horária de 360 horas | Foto: Divulgação/Fepecs-DF

Dividida em seis módulos, a especialização conta com um plano pedagógico que aborda desde a estrutura do Sistema Nacional de Transplante até a cultura brasileira de doação de órgãos, com a compreensão da problemática ética e bioética no cenário nacional de pacientes em lista de espera por transplantes.

“A primeira turma foi um sucesso”, conta o chefe do Núcleo de Especialização da Escs, Demétrio Gonçalves Gomes. Segundo ele, a expectativa é que “essas novas vagas sejam preenchidas rapidamente”, tamanha é a procura pelo curso.

Inscrição e vagas

O período de inscrição começa na próxima segunda-feira (23) e termina no dia seguinte, no site da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs). As 20 vagas estão divididas em 10 oportunidades para profissionais da CET e 10 para trabalhadores das Cihdotts.

Para se inscrever, o candidato deve observar a documentação exigida pelo edital, além da elaboração de um memorial descritivo, com relato do seu envolvimento e interesse pela gestão do sistema brasileiro de transplantes de órgãos e tecidos, área de atuação e campo de estudo.

A especialização é gratuita, no entanto, a desistência ou reprovação implicam a exclusão do aluno da pós-graduação, hipótese em que é previsto o ressarcimento ao erário no valor de R$ 10 mil à vista, ou, em caso de servidor, até 12 parcelas de R$ 833.

Cronograma

Os candidatos que forem aprovados após a análise documental e pontuação do memorial descritivo terão sua inscrição confirmada até o dia 25 de outubro. O resultado classificatório será divulgado em 31 de outubro e a convocação para matrícula será em 3 de novembro. A aula magna inaugural está prevista para 7 de novembro.

Sobre a importância de um curso de especialização gratuito, Demétrio ressalta que “a ideia é dar oportunidade para diversas pessoas e aperfeiçoar o trabalho realizado pela central de transplantes do DF, que já é considerado de excelência”. Para ele, “especializar os profissionais que já trabalham na área causa um impacto positivo no serviço oferecido à comunidade”.

LEIA TAMBÉM