19.5 C
Brasília
25 fev 2024 08:09


Secretaria de Saúde amplia prazo para empresas enviarem propostas sobre rede de diagnóstico

Interessados têm até novembro para apresentar estudos, com o objetivo de suprir a demanda dos hospitais públicos por equipamentos de exame de imagem

Por Catarina Loiola

O prazo para envio de propostas para a concessão da rede de diagnósticos das unidades de saúde do Distrito Federal foi prorrogado. Empresas interessadas em oferecer os serviços têm até 6 de novembro para apresentar estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica. Originalmente, a data final para manifestação de interesse era 25 de agosto. A iniciativa é coordenada pelas secretarias de Projeto Especiais (Sepe) e de Saúde (SES).

O objetivo é suprir a demanda dos hospitais públicos por equipamentos de exame de imagem, como tomografia computadorizada, ressonância magnética, mamografia, raio-X convencional e ecografia/ultrassom para garantir a eficiência na execução dos procedimentos em todo o DF. Os estudos encaminhados pelas empresas interessadas devem propor a instalação, operação e manutenção dos equipamentos, bem como a operação dos serviços de logística de transporte e demais correlacionados.

O objetivo é suprir a demanda dos hospitais públicos por equipamentos de exame de imagem, como tomografia computadorizada, ressonância magnética, mamografia e raio-X convencional | Foto: Paulo H. Carvalho/ Agência Brasília

“A iniciativa vai garantir o acesso de toda a população do Distrito Federal a esses serviços, além de melhorar a rede de diagnósticos da Secretaria de Saúde, agregando instrumentos utilizados com sucesso em outras unidades da Federação”, afirma o secretário de Projetos Especiais, Jorge Azevedo.

“A iniciativa vai garantir o acesso de toda a população do Distrito Federal a esses serviços, além de melhorar a rede de diagnósticos da Secretaria de Saúde, agregando instrumentos utilizados com sucesso em outras unidades da Federação”Jorge Azevedo, secretário de Projetos Especiais

Após o fim do prazo para apresentação dos estudos, será constituída comissão técnica para avaliação das propostas e seleção da empresa vencedora. Em seguida, será cumprido o rito necessário para a modelagem de projetos de concessão e parcerias público-privadas, com a realização de consulta e audiência públicas e encaminhamento para análise do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

“O intuito dos estudos em desenvolvimento é garantir o acesso ao serviço de saúde ao usuário, em cada uma das regiões administrativas do Distrito Federal, a exames de imagens, reduzir as filas de exames de endoscopia, ressonância, ecografias, entre outros, oferecer melhores condições de trabalho aos servidores que trabalham nessas áreas, para que possam produzir com eficiência e eficácia”, ressalta Vinicius Lopes de Lima, chefe da Assessoria de Gestão Estratégica e Projetos (Agep) da Secretaria de Saúde. “Assim como fizemos com as cirurgias eletivas de demandas reprimidas, o GDF está buscando meios de resolver os problemas de saúde da população do DF, principalmente os de alta complexidade”, completa.

Até o momento, já foram realizadas visitas técnicas em unidades de saúde por representantes de empresas interessadas na parceria público-privada, acompanhados por servidores da Sepe e da SES. As visitas ocorreram nos hospitais regionais de Brazlândia, Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Planaltina, Sobradinho, Asa Norte, Guará, Gama, além do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) e do Hospital de Apoio de Brasília.

99

LEIA TAMBÉM

Brasília
céu limpo
19.5 ° C
19.5 °
18.1 °
88 %
1.5kmh
0 %
dom
26 °
seg
26 °
ter
26 °
qua
27 °
qui
29 °

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever