19.5 C
Brasília
18 abr 2024 07:00


Novos empreendimentos mudam a cara do Distrito Federal

Nos 50 anos da Terracap, projetos como a QE 60 do Guará, Polo Logístico 2 do Recanto das Emas e o lançamento do bairro Aldeias do Cerrado, no Jardim Botânico, promovem desenvolvimento na capital

“Falo de uma empresa que tem uma importância enorme para a cidade. Grande parte dos investimentos que são feitos no DF são provenientes de recursos da Terracap”Ibaneis Rocha, governador do DF

Na semana em que completa 50 anos, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) reuniu cerca de 700 funcionários para debater o presente e o futuro da estatal. Durante o encontro realizado nesta sexta-feira (18), no Museu Nacional da República, foram apresentadas as principais ações em desenvolvimento pela empresa, bem como os projetos planejados para curto, médio e longo prazos. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e demais representantes do executivo local, participaram do evento Visão Sistêmica – Terracap: presente e futuro.

O chefe do Executivo ressaltou que a festa maior que a Terracap faz é exatamente o trabalho que presta ao Distrito Federal. “Falo de uma empresa que tem uma importância enorme para a cidade. Grande parte dos investimentos que são feitos no DF são provenientes de recursos da Terracap”, destacou.

Presidente da Terracap, Izidio Santos: “Entregamos à cidade obras diversas, parcelamentos legais, regularização urbana e rural, equipamentos públicos, concessões, entre outros, utilizando os recursos obtidos com a comercialização de áreas de propriedade da empresa” | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O presidente da Terracap, Izidio Santos, enalteceu o papel de cada funcionário na trajetória da companhia, “empresa única no País”, salientou. Izidio enfatizou o slogan da empresa: “Por onde você passa, tem Terracap”, elencando os diversos investimentos realizados pela Terracap na cidade. “Entregamos à cidade obras diversas, parcelamentos legais, regularização urbana e rural, equipamentos públicos, concessões, entre outros, utilizando os recursos obtidos com a comercialização de áreas de propriedade da empresa”, elencou.

Pratas da Casa

Ainda durante a abertura do evento, os empregados puderam se ver em um documentário preparado especialmente para a data. Um vídeo com entrevistas daqueles que fizeram parte da história da empresa, incluindo aposentados, ex-presidentes e diversas pratas da casa, emocionou aos presentes. Rildete Xavier, que trabalha há 48 anos na autarquia, disse, emocionada: “Por meio da Terracap, realizei todos os meus sonhos”. Ela conta que teve o prazer, inclusive, de ver a atual sede ser erguida. “Foi um momento de muita alegria para todos nós. A mesma alegria que está sendo hoje, ao vê-la completar 50 anos de idade”.

A programação do evento contou com apresentações das seis diretorias que compõem a Terracap: Administração e Finanças; Jurídica; Comercialização; Regularização Social e Desenvolvimento Econômico; Técnica; e Novos Negócios. Um a um, os diretores fizeram um panorama das atividades desenvolvidas pelas respectivas áreas, antecipando o que está projetado para os próximos anos.

| Foto: Divulgação/Terracap

Diversos projetos prestes a sair do papel foram detalhados. Somente neste ano, por exemplo, a população do DF pode aguardar pelo lançamento de importantes empreendimentos. A QE 60 do Guará é um deles. O projeto urbanístico da nova quadra tem por objetivo promover oferta habitacional em parcelamento multifuncional, compacto, com comércios, equipamentos públicos e praças distribuídas ao longo do território, além de oferecer área para habitações de interesse social.

A QE 60 terá 107 lotes. De acordo com o projeto da Terracap, 92 unidades são de uso misto, o que permitirá a atração de novos empreendimentos imobiliários e a criação de empregos para a população. Uma vez pronta, poderá abrigar pouco mais de oito mil habitantes. São, ao todo, 28,24 ha de área.

No Recanto das Emas, projeto aguardado pelo setor produtivo local também é previsto para 2023. Trata-se do Polo Logístico 2, com a oferta de áreas logísticas para galpões, comércios e indústrias, além de área residencial com dez mil unidades domiciliares em prédios residenciais e de uso misto. Dessas, haverá percentual destinado às políticas de habitação de interesse social.

Ainda durante as apresentações, foi esmiuçado o mais recente empreendimento da empresa, o lançamento do bairro Aldeias do Cerrado, no Jardim Botânico. O complexo urbanístico tem como foco a qualidade de vida dos moradores em perfeita harmonia com a natureza. Inicialmente, a Terracap irá comercializar, por meio de licitação pública, 22 lotes do Residencial dos Jacarandás. Os interessados já podem visitar o local e recolher a caução até 30 de agosto.

A atuação da agência passa ainda pela regularização fundiária de áreas urbanas, a exemplo de Vicente Pires e Arniqueira; áreas rurais; e, ainda, igrejas e instituições assistenciais. Mas diversas outras frentes de atuação da Terracap fizeram parte do evento. Uma delas é o Drenar DF, obra que irá resolver o problema histórico de alagamentos e enxurradas no Plano Piloto de Brasília. Com investimento na ordem de R$ 174 milhões, a rede de tubulação está sendo instalada na Asa Norte, partindo da Arena BRB (Estádio Nacional Mané Garrincha) e indo até o Lago Paranoá.

Na ocasião, também foram apresentadas as parcerias com a iniciativa privada que saíram do papel, prometendo dinamizar a economia do DF, como a concessão do Centro Esportivo de Brasília, o ArenaPlex, para a iniciativa privada por 35 anos. Tal concessão iniciou uma série de ações para incluir Brasília no circuito nacional de grandes eventos, transformando a rotina do brasiliense e atraindo à capital federal um maior público em busca de cultura, arte e grandes competições esportivas, inclusive de outras cidades.

A renovação do autódromo, a remodelagem do Pontão, o Centro Multiuso de Samambaia, o Centro Comercial Noroeste, entre diversos outros novos negócios para o futuro, estiveram presentes entre as apresentações.

“É uma satisfação enorme fazer parte da Terracap”, disse o advogado Rodrigo de Azevedo. Segundo ele, a Terracap é uma empresa que tem demonstrado o seu valor para a Brasília com as entregas que tem feito. “A Terracap serve à cidade devolvendo a arrecadação da venda dos terrenos aquilo que a sociedade espera da empresa, seja em obras, seja propiciando moradia digna, seja regularizando áreas”, sintetizou.

A Terracap

Fundada em 14 de agosto de 1973, a Terracap é uma empresa pública que nasceu com a missão de assegurar a gestão das terras públicas do Distrito Federal. Anos depois, em 1997, passou a exercer a função de agência de desenvolvimento, na operacionalização e implementação de programas e projetos de fomento e apoio ao desenvolvimento econômico e social do DF.

LEIA TAMBÉM