21.5 C
Brasília
19 maio 2024 00:08


Projeto leva o cuidado com a saúde mental à Estação Shopping do metrô

Passageiros em trânsito pela estação poderão ter conversas com psicólogos e receber cartas com mensagens de acolhimento. Ação é uma parceria com o projeto Help

Até 160 mil pessoas circulam pelas estações do Metrô-DF em dias úteis. Um vaivém diário que registra não apenas as pessoas, mas também suas histórias, dores, angústias, medos e tensões. Na próxima sexta-feira (5), das 16h às 19h, na Estação Shopping, será montado um espaço de acolhimento para receber aqueles que desejam uma parada estratégica para desabafar, pedir ajuda ou orientação em relação à saúde mental.

A iniciativa é uma parceria entre o Metrô-DF, por meio da Gerência de Projetos Especiais, e o projeto Help, iniciativa sem fins lucrativos presente em todo o território nacional que trabalha com a prevenção de problemas de ordem psicológica e emocional. “O papel do projeto é promover e estimular o autoconhecimento, o gerenciamento das emoções, o bem-estar nos relacionamentos, a escuta qualificada, os aconselhamentos e estabelecer vínculos de confiança”, explica Antônio Neto, que atua no projeto em Brasília.

Primeira fase do projeto teve 30 atendimentos e 3.600 cartas escritas por voluntários | Fotos: Metrô-DF/ Divulgação

O atendimento individual será realizado no Cantinho do Desabafo, espaço criado na Estação Shopping justamente para atender ao projeto. Além disso, a instalação Árvore da Vida chama a atenção com cartas escritas a mão, com mensagens de apoio e incentivo. Os dizeres estarão pendurados na árvore.

A Árvore da Vida reúne cartas escritas à mão, com mensagens de apoio

Na primeira fase do projeto, realizada em 21 de março na Estação Central, foram 30 atendimentos e 3.600 cartas escritas por voluntários entregues aos usuários. Uma das pessoas abordadas para retirar uma carta foi Júlia (nome fictício). Por coincidência, era o dia do aniversário dela e Júlia disse que não estava tão feliz quanto gostaria.

“No atendimento, ela relatou que tem Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), que já passou por vários psicólogos, porém nenhum conseguiu ajudá-la a vencer a ansiedade e ficava triste, pois nas crises acabava brigando com os pais. Ela saiu muito agradecida, mais leve, diferente de como ela sai após suas consultas periódicas com os psicólogos”, contou Antônio.

A gerente de Projetos Especiais do Metrô-DF, Letícia Divina, explica que a parceria com o Help faz parte do projeto Saúde nos Trilhos, que tem como objetivo desenvolver ações de prevenção, promoção e atenção à saúde. “Foi realmente emocionante ver como as pessoas ficaram gratas durante a ação na Estação Central. Receber uma carta com uma mensagem de apoio no meio da correria do dia pode significar muita coisa quando a pessoa está num dia difícil, com sofrimento emocional”, explica.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever