21.5 C
Brasília
23 fev 2024 03:00


Sala de Feridas de São Sebastião completa um ano de atividades

Com mais de mil atendimentos, a facilidade de acesso tem proporcionado bons resultados no tratamento e recuperação dos pacientes

Localizada na Policlínica de São Sebastião, a Sala de Feridas Complexas e Pé Diabético completou um ano de funcionamento na quarta-feira (29). Buscando descentralizar o atendimento, que era prestado majoritariamente no Hospital da Região Leste (HRL), a unidade ofereceu, durante esse período, 1.175 procedimentos, assistindo 264 pacientes, 53 deles em alta. A localização mais próxima aos pacientes é o principal trunfo e facilita o acesso ao tratamento.

A moradora de São Sebastião Elizabeth Freitas foi a primeira paciente atendida na sala. Ela permaneceu durante cinco meses em atendimento até receber alta. Atualmente, Elizabeth não apresenta mais lesões e segue mantendo os cuidados que recebeu da equipe local para evitar o reaparecimento das feridas. “Senti uma grande diferença com relação à assistência, pois fui muito bem-acolhida, e o fato de a Sala de Feridas ser próxima à minha casa facilitou o tratamento”, destaca a dona de casa.

1.175Total de procedimentos em um ano de funcionamento da Sala de Feridas Complexas e Pé Diabético

Para a enfermeira assistente Janine Leão, uma das responsáveis pelo funcionamento da unidade, a localização é uma questão primordial para o sucesso do tratamento de feridas complexas, uma vez que o paciente não precisa percorrer grandes distâncias. “Estamos conseguindo desenvolver um grande trabalho e obtendo excelentes resultados na cura de feridas de difícil cicatrização dos pacientes de São Sebastião e das proximidades que nos procuram”, enfatiza a profissional de saúde.

Elizabeth Freitas elogia o atendimento prestado por servidores, como a enfermeira Janine Leão | Fotos: Divulgação/SES

A diretora da Atenção Secundária da Secretaria de Saúde (SES), Jane Franklin, confirma a melhoria no atendimento e comemora os bons resultados apresentados pela sala. “Nosso maior ganho com essa descentralização foi poder proporcionar formas do paciente aderir ao tratamento, uma vez que a maior parte das feridas é nos membros inferiores, e isso dificultava muito o transporte até o hospital”, ressalta.

Serviço

A Sala de Feridas Complexas e Pé Diabético está localizada na Policlínica de São Sebastião e funciona de terça-feira a quinta-feira, das 7h às 18h.

Para ser atendido, o paciente deve ir à unidade básica de saúde (UBS) de referência da sua residência e passar por avaliação dos profissionais. Caso seja constatada a necessidade do tratamento, ele será incluído no sistema de regulação para encaminhamento ao novo ambulatório.

A sala atende 14 pacientes por dia e faz curativos em feridas de pés diabéticos, lesões por pressão e feridas cirúrgicas.

LEIA TAMBÉM

Brasília
céu limpo
21.5 ° C
21.5 °
19.8 °
83 %
0.5kmh
0 %
sex
22 °
sáb
25 °
dom
26 °
seg
26 °
ter
22 °

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever