Marcela Montandon assume presidência do CRM-DF

Na noite da segunda-feira (31), tomou posse a nova diretoria do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF). A nova presidente da Autarquia, Marcela Montandon, foi escolhida por unanimidade durante Sessão Plenária.

A médica é a terceira mulher a assumir o cargo de presidente ao longo dos 60 anos do Conselho. Para a nova presidente, ocupar um cargo de responsabilidade e representar a classe médica será desafiador.

“Convicta dos desafios e das responsabilidades a mim confiada, seguiremos firmes e empenhados nesta nova etapa, trabalhando acerca das políticas de prevenção e o controle da pandemia, na luta da violência contra os profissionais de saúde, melhores condições de trabalho, além de continuarmos os progressos de governança do CRM-DF tendo o Planejamento Estratégico como norteador para aprimorar o atendimento e o apoio a classe médica e a população do Distrito Federal”, informou a nova presidente.

Publicidade

Marcela Montandon tem residência em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital Regional de Sobradinho (HRS); também é médica da SES-DF lotada na DISAT/CEREST e Ginecologista e Obstetra da Rede Privada.

A nova diretoria estará à frente do conselho nos próximos 18 meses. O vice-presidente escolhido foi o Dr. Leonardo Pitta. Na posição de 1º secretário está o ex-presidente, o Dr. Farid Buitrago e, como 2º secretária, a Dra. Edna Xavier. O médico Carlos Guilherme continua no cargo de tesoureiro.

O CRM-DF teve como presidente nos últimos 40 meses, o Dr. Farid Buitrago, que atuou em prol dos médicos do Distrito Federal durante o período mais difícil da Saúde Pública no Brasil.

“Foi um desafio atuar na presidência do CRM-DF durante o surgimento da pandemia da Covid-19. A luta por condições adequadas de trabalho aos profissionais expostos ao vírus, esteve presente em cada um dos dias do meu mandato. Agora, considerando que a pandemia ainda não terminou, os desafios continuam e a nova diretoria não vai esmorecer em nossas reivindicações para melhores condições de trabalho aos médicos que atuam na linha de frente”, concluiu, Farid Buitrago.

Confira as fotos da posse clicando aqui.

FONTECRM-DF
Artigo anteriorCovid-19: Brasil registra 929 mortes e 193 mil casos em 24 horas
Próximo artigoMinistro Barroso suspende atos da Funai que negavam proteção a terras indígenas não homologadas