Ibaneis confirma vacinação de crianças contra Covid-19 no DF

O governador Ibaneis Rocha confirmou à coluna que o DF vai aplicar vacina contra Covid em crianças assim que as doses chegarem ao DF

53
Print Friendly, PDF & Email

O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse, nesta segunda-feira (3/1), que o Distrito Federal vai vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19 assim que as doses do imunizante chegarem à capital.

Ibaneis aguarda a divulgação dos detalhes pelo Ministério da Saúde para definir como será a campanha no DF.

As informações foram confirmadas à coluna Grande Angular pelo governador minutos após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciar que os imunizantes para o público infantil começarão a chegar em 10 de janeiro.

Publicidade

Segundo Queiroga, a imunização das crianças contra o coronavírus será iniciada na segunda quinzena de janeiro. Ainda não há detalhes, por exemplo, se será dividida por faixa etária.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, em 16 de dezembro, a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos.

Segundo a equipe técnica da agência, as informações avaliadas indicam que a vacina é segura e eficaz para o público infantil, conforme solicitado pela Pfizer e autorizado pela Anvisa.

A tampa do frasco da vacina virá na cor laranja, para facilitar a identificação pelas equipes de vacinação e também pelos pais, mães e cuidadores que levarão as crianças para serem vacinadas. Para os maiores de 12 anos, o imunizante, que será aplicado em doses de 0,3 mL, terá tampa de cor roxa.

Nesta terça-feira (4/1), o Ministério da Saúde fará uma audiência pública sobre o tema. A comunidade médico-científica defende a inclusão do grupo na campanha de imunização.

Boa notícia

O Distrito Federal encerrou o ano de 2021 com a menor média móvel diária de mortes causadas pela Covid-19 registrada desde maio de 2020. De acordo com levantamento realizado a partir de dados da Secretaria de Saúde, foram menos de dois óbitos por dia na última semana do ano.

No total, a capital registrou 519.811 casos confirmados e 11.108 vidas perdidas desde o início da pandemia. O momento mais crítico ocorreu entre o final de março e começo de abril do ano passado, quando a média móvel diária chegou perto de 80 vítimas.

FONTEMetropoles
Artigo anteriorPoliciais civis do DF decidem suspender parte do serviço em fevereiro
Próximo artigoAtendimento humanizado é marca da Casa de Parto de São Sebastião