GDF confirma 5 mil vagas em 28 concursos previstos para 2022

Segundo secretário de Economia, Itamar Feitosa, as 5 mil vagas servirão para preencher exonerações e aposentadorias de servidores do quadro

1680
Print Friendly, PDF & Email

Por Caio Barbieri

O Governo do Distrito Federal (GDF) confirmou, nesta quarta-feira (29/12), que fará vários concursos em 2022 para preenchimento de vacâncias de servidores, grande parte causada por aposentadoria ou desistência da função. A previsão é de cerca de 5 mil vagas imediatas.

Até agora, segundo o secretário de Economia, José Itamar Feitosa (foto em destaque), estão autorizados 28 editais que devem ocorrer durante o próximo ano, sem previsão exata de quando cada um ocorrerá.

Publicidade

“São certames em diversas áreas importantes do governo que vão possibilitar o ingresso de novos servidores e melhorar ainda mais a qualidade dos serviços públicos prestados à população do DF”, confirmou José Itamar ao Metrópoles.

De acordo com a Secretaria de Economia, no Orçamento de 2022, estão previstos investimentos com novos concursos públicos, “em áreas estratégicas do governo e também em setores da administração pública com déficit de servidores por conta de exonerações e aposentadorias”.

Há, ainda, a possibilidade de novas provas para analistas da Secretaria de Saúde, mas processo depende de alteração na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do próximo ano.

Veja a lista prévia do GDF:

Execuções penais;
Políticas públicas e gestão governamental;
Apoio às atividades policiais civis;
Assistência pública à saúde;
Atividade de defesa do consumidor;
Atividades do trânsito — Técnico e analista;
Auditoria de atividades urbanas;
Cirurgião-dentista;
Desenvolvimento e fiscalização agropecuária;
Enfermeiro;
Gestão de resíduos sólidos;
Médico;
Planejamento urbano e infraestrutura;
Assistência à educação;
Magistério;
Auditoria de controle interno;
Carreira técnica em enfermagem;
Delegado da PCDF;
Polícia Militar (PMDF), soldado;
Polícia Militar (PMDF), oficiais do quadro de Saúde;
Agente policial de custódia da PCDF;
Auditoria fiscal da receita;
Agente da PCDF;
Escrivão da PCDF;
Regulação de serviços públicos;
Apoio às atividades jurídicas;
Procurador do DF (PGDF);
Vigilância Ambiental e Atenção Comunitária à Saúde (SES).

FONTEMetropoles
Artigo anteriorMinistério da Saúde reajusta valores pagos no SUS para hemodiálise
Próximo artigoBrasília vai ganhar novas opções de lazer