16.5 C
Brasília
20 jul 2024 01:35


Médicos ausentes durante escala no HRG devem prestar depoimento no MPDFT na terça (2)

Promotoria pretende identificar se médicos estavam atuando em outras unidades de saúde quando deveriam cumprir plantão na UTI do HRG

Por Kleber Karpov

Após diligência do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT), na quinta-feira (27/Jun), realizada no Hospital Regional do Gama (HRG), para apurar denúncia da ausência de médicos escalados na UTI do hospital, a Promotoria de Defesa da Saúde (Prosus) pretende ouvir os profissionais de saúde. Notificados, devem prestar depoimento, na próxima terça-feira (2/Jul), no MPDFT.

A incursão do MPDFT ocorreu, após o recebimento de denúncia, relacionada a uma médica, por supostamente faltar ao expediente, quando escalada no HRG. Porém, o promotor de Justiça da Prosus, Clayton Germano, identificou a presença de apenas três, dos seis médicos escalados para o plantão da Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Ao ouvir os médicos, Germano pretende identificar se os médicos estavam a atuar em outras unidades de saúde, quando deveriam dar expediente na UTI do HRG. Conduta essa, se constatada, pode ser tipificada por crime de inserção de dados falsos em sistema de informações, prevista no art. 313-A do Código Penal.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever