9.5 C
Brasília
15 jul 2024 08:00


Bolsa Família: beneficiários têm até 12 de julho para realizar acompanhamento em saúde

Medida é necessária para evitar bloqueio ou cancelamento do benefício. Gestantes, mulheres e crianças são o foco

Larissa Lustoza

Os beneficiários do programa Bolsa Família têm até 12 de julho para realizar o acompanhamento das condicionalidades em saúde para manutenção do benefício. Como forma de amparar a população atendida, o programa determina que os participantes cumpram os compromissos nas áreas de saúde e educação para evitar bloqueio, suspensão ou cancelamento dos pagamentos.

Gestantes, mulheres entre 14 a 44 anos e crianças menores de 7 anos estão inseridos no perfil Saúde do programa. Este público deve realizar o pré-natal, no caso das gestantes; e o acompanhamento nutricional e atualização do cartão de vacina, no caso das crianças.

No Distrito Federal, há 268.593 beneficiários do Bolsa Família, sendo que 102.820 são crianças menores de 7 anos. Os últimos dados da Secretaria de Saúde (SES-DF) demonstram que 62,51% dos acompanhamentos dos beneficiários já foram realizados.

Como realizar o acompanhamento

Para realizar o acompanhamento das condicionalidades em saúde, os beneficiários que se enquadram no público-alvo devem se dirigir à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de onde residem. O DF conta com 176 UBSs distribuídas por diversas regiões e podem ser localizadas neste link.

É importante avisar ao profissional de saúde que é beneficiário do programa durante o atendimento e apresentar o cartão do Bolsa Família. Para as gestantes, é necessário também levar a caderneta de pré-natal. Para as crianças menores de 7 anos, é preciso apresentar a caderneta de vacinação.

Condicionalidades

As condicionalidades de saúde avaliadas englobam a vacinação; o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento; e a assistência pré-natal. “Ao exigir a vacinação, o Bolsa Família ajuda a prevenir doenças evitáveis, como sarampo, poliomielite e outras infecções graves, uma vez que a vacina é uma das medidas mais eficazes para a prevenção de doenças e redução da mortalidade infantil”, explica a coordenadora distrital do Programa Bolsa Família na SES-DF, Christiane Viana.

O acompanhamento de crescimento e desenvolvimento infantil garante que as crianças estejam crescendo de forma saudável e recebendo a nutrição adequada. A assistência pré-natal é importante para identificar e tratar precocemente complicações na gravidez, garantindo a saúde da mãe e do bebê.

Para a coordenadora do Bolsa Família na SES-DF, o monitoramento das condicionalidades de saúde visa garantir que as famílias em condições de vulnerabilidade social tenham acesso aos serviços básicos de saúde. “Garantimos que as famílias beneficiárias tenham acesso aos serviços de saúde necessários, monitoramos o cumprimento das condicionalidades e trabalhamos para a melhoria contínua dos serviços oferecidos”, destacou.

Bolsa Família

Programa Bolsa Família é uma iniciativa do governo brasileiro criada em 2003 com o objetivo de combater a pobreza e a desigualdade social, oferecendo auxílio financeiro para famílias em situação de vulnerabilidade econômica. Por meio do programa, as famílias recebem um valor mensal que varia de acordo com a composição familiar e a renda per capita.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever