16.5 C
Brasília
20 jul 2024 01:05


Anestesistas recém-contratados iniciam primeiras cirurgias na Saúde do DF

Com 150 novos profissionais meta é realizar 26 mil cirurgias eletivas ao longo dos próximos 12 meses para ajudar a desafogar demanda reprimida

Por Kleber Karpov

Após a contratação de 150 anestesistas a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF), pretende realizar cerca de 26 mil procedimentos cirúrgicos ao longo dos próximos 12 meses. Com a iniciativa a expectativa da SES-DF é reduzir a demanda reprimida de cirurgias eletivas e ajudar a desafogar a longa fila de espera.

A dona de casa Francisca Maria Santos de Souza, 51, se submeteu a uma cirurgia para a retirada de um câncer de mama. “Mais rápido do que pensei.” Foto: Alexandre Álvares/Agência Saúde-DF

A moradora da Região Administrativa Riacho Fundo I, Francisca Maria Santos de Souza, 51, comemorou a rapidez na marcação de cirurgia, realizada na manhã da segunda-feira (24/Jun), no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB). Diagnosticada com câncer de mama, antes de passar pelo procedimento, comentou o impacto dos anestesiologistas na rede pública de saúde. “Por causa dessa disponibilidade, todo o processo foi mais rápido do que eu esperava. Da biópsia ao encaminhamento à operação, foram menos de quatro meses”, conta.

Disponibilidade

A contratação de anestesistas, por meio de concurso público é um dos grandes desafios por parte da SES-DF, que em geral os aprovados acabam por abrir mão das nomeações. Logo, tais contratações exigiram um investimento de cerca de R$ 20 milhões por parte da Secretaria de Saúde.

A SES-DF optou ao modelo de contratação na modalidade proposta de credenciamento, em que os anestesistas recebem os pagamentos baseado no número de anestesias realizadas – ou seja. Algo que aumenta a produtividade e deve reduzir a lista de espera por cirurgias na rede pública de Saúde.

LEIA TAMBÉM

PD nas redes

FãsCurtir
SeguidoresSeguir
SeguidoresSeguir
InscritosInscrever