Mais 60 servidores conquistam o título de especialista em Avaliação em Saúde

Curso ocorreu em 2019 e 2020; os servidores vão atuar em suas áreas de lotação para aprimorar serviços do SUS

Especialização visa capacitação de servidores e aprimoramento dos serviços do SUS
Print Friendly, PDF & Email

Nesta terça-feira (21), ocorreu a cerimônia de encerramento do Curso de Especialização em Avaliação em Saúde. Ao todo, 60 servidores da Secretaria de Saúde obtiveram o título de especialistas em Avaliação em Saúde, além de dois servidores da Secretaria de Economia. Todos eles fazem parte das Regiões de Saúde do DF, Administração Central (ADMC) e Unidades de Referência Distrital (URD). O evento ocorreu no auditório da Fiocruz Brasília.

“Nosso objetivo com este curso foi qualificar os servidores da Secretaria de Saúde com foco na área de avaliação, visando trazer mais eficiência, agilidade e gestão de resultado. Nosso compromisso é manter os processos educativos com a capacitação de servidores”, explicou a subsecretária de Planejamento em Saúde (Suplans), Christiane Braga.

A especialização estava prevista para durar 24 meses, entre 2019 e 2020, mas por conta da pandemia a duração do curso foi de 30 meses, com atividades remotas, virtuais e de dispersão. O foco do curso foi na Gestão por Competência: planejamento, monitoramento e avaliação. O intuito era que cada aluno criasse, ao fim do curso, um projeto para implementar em seu setor de atuação.

Publicidade

Na avaliação do coordenador de Atenção Primária à Saúde, Fernando Erick Damasceno, a gestão em saúde não se faz sozinho. Por isso, é preciso trabalhar políticas públicas em todos os níveis e de maneira conjunta para conhecer a realidade dos serviços prestados. “Por meio deste curso, os servidores saem capacitados na Avaliação em Saúde, uma ferramenta potente para aprimorar os serviços do SUS”, avaliou.

O valor investido no curso de especialização pela Secretaria de Saúde, com apoio da Escola de Governo, foi de R$ 1,7 milhão. A Suplans está organizando a segunda edição para Capacitação em Gestão, especialização e mestrado, para oferta de novas vagas.

FONTEAgência Saúde-DF
Artigo anteriorDF recebe novo medicamento para tratamento de covid-19
Próximo artigoCelina Leão comanda Comissão Especial para tratar PEC que estimula competitividade de biocombustíveis