Congresso ganha iluminação roxa para marcar o Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal

Doenças crônicas do trato digestivo já acometem 1% da população mundial e estão em ascensão

O Maio Roxo é promovido pela Organização Brasileira de Doença de Crohn e Colite
Print Friendly, PDF & Email

O Palácio do Congresso Nacional recebe iluminação roxa nesta sexta-feira (20) em alusão ao Dia Mundial da Doença Inflamatória Intestinal. A ação faz parte da campanha intitulada “Maio Roxo”, promovida pela Organização Brasileira de Doença de Crohn e Colite, que visa alertar para essas patologias.

As senadoras Maria do Carmo Alves (PP-SE) e Mara Gabrilli (PSDB-SP), que pediram a iluminação especial, lembram que, embora ainda sejam consideradas doenças raras, o número de casos da Doença Inflamatória Intestinal (DII) está em ascensão e afeta, principalmente, jovens em idade ativa (entre 17 e 40 anos). A patologia pode comprometer a qualidade de vida de seus portadores e levar a quadro de incapacidade funcional.

A data foi criada em 2010 por organizações de pacientes que representam mais de 50 países nos cinco continentes e é coordenado pela Federação Europeia de Associações de Crohn e Colite Ulcerativa. A DII constitui um grupo heterogêneo de doenças inflamatórias crônicas do trato digestivo, que se manifestam predominantemente no cólon e já acometem 1% da população mundial.

Publicidade
FONTEAgência Câmara de Notícias
Artigo anteriorComissão e frente parlamentar promovem Semana Nacional de Combate ao Câncer
Próximo artigoIluminação verde do Congresso Nacional alerta para riscos do glaucoma