Sindate repudia violência crescente contra técnicos em enfermagem no DF

40
Print Friendly, PDF & Email

Na noite do último domingo (24/04), o técnico em enfermagem Augusto Lima Brandão foi atingido por 5 tiros em Ceilândia. De acordo com informações do portal de notícias Metrópoles, o estado do jovem é grave.

Segundo informações o caso é investigado como tentativa de homicídio. Ele teve três perfurações no tórax, uma na costela e outra no abdômen. A polícia prendeu quatro suspeitos de envolvimento no crime e agora está investigando a motivação.

Chega de violência

Publicidade

No começo do mês de abril outro técnico em enfermagem foi vítima de violência na Ceilândia. André Lopes foi encontrado morto dentro da própria casa.

Para o diretor do Sindate, Newton Batista, esse tipo de situação não pode continuar acontecendo e os responsáveis precisam ser penalizados o quanto antes. “Nos últimos tempos tem crescido de forma exponencial as violências contra os técnicos em enfermagem. O Sindate combate e repudia todo tipo de violência contra a categoria, e também se coloca à disposição do Augusto e de sua família”, frisou.

Artigo anteriorSenado aprova MP do Prouni e texto volta à Câmara
Próximo artigoMoradores do Morro do Sabão ganham lotes e saem da irregularidade