Servidores do INSS iniciam greve nacional nesta quarta-feira (23/3)

Greve terá tempo indeterminado. Os servidores exigem reajuste de 19,9% nos salários, com correção da inflação desde 2019

Print Friendly, PDF & Email

Funcionários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciam, nesta quarta-feira (23/3), uma greve nacional pela exigência de reajuste salarial da categoria.

Funcionários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciam, nesta quarta-feira (23/3), uma greve nacional pela exigência de reajuste salarial da categoria.

A Fenasps orientou que todos os servidores paralisem os trabalhos, inclusive os que atuam na modalidade remota.

Publicidade

Os médicos peritos que atuam nas agências não fazem parte do quadro de servidores do INSS e, portanto, não aderiram ao movimento. No entanto, a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP) anunciou indicativo de outra greve, prevista para 30 de março.

A categoria também pede atenção do Ministério do Trabalho e Previdência nas reinvindicações de reajuste salarial de 19,99%, para corrigir perdas inflacionárias desde 2019, além do estabelecimento de número máximo de 12 atendimentos presenciais por dia para cada servidor.

Como solicitar serviços do INSS?

Alguns serviços do INSS podem ser solicitados pelo site do instituto, ou pelo aplicativo Meu INSS, como a prova de vida (por biometria), agendamento de perícia, acesso à carta de concessão e extrato de pagamentos.

O Ministério do Trabalho e da Previdência Social ainda não se manifestou sobre a realização de atendimentos presenciais, como perícias médicas.

FONTEMetropoles
Artigo anteriorComissão da CLDF aprova sistema de QR Code para identificação e segurança de idosos
Próximo artigoMPT recomenda que máscara seja obrigatória em unidades de saúde do DF