Saúde prepara concurso público para áreas da assistência à saúde

Pasta também convoca médicos temporários para reforçar atendimento ao público

Print Friendly, PDF & Email

A Secretaria de Saúde prepara um novo concurso público para a contratação de 230 médicos, 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas. A previsão é que o edital seja publicado ainda este mês. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (11) pelo secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, durante coletiva de imprensa. “Isso é um ganho muito grande para o atendimento da população”, afirmou o gestor.

Em paralelo, a pasta trabalha para reforçar as equipes de saúde por meio de contratações temporárias. O prazo para os 100 médicos selecionados por meio do último processo seletivo se apresentarem encerrou hoje e, então, será realizada uma nova convocação dos profissionais do cadastro reserva para preencher todas as vagas.

“O referido processo seletivos têm a finalidade de recompor as equipes de saúde assistenciais, incrementando a força de trabalho da rede. É importantíssimo que esses profissionais aprovados no certame entrem em exercício, para que obtenhamos êxito no processo”, explicou o subsecretário de Gestão de Pessoas, Evillásio Ramos.

Publicidade

O subsecretário acrescentou que as lotações estão sendo realizadas de acordo com as prioridades. Até o momento, os profissionais que tomaram posse já foram lotados em pontos estratégicos: Hospital Cidade do Sol (Sol Nascente), Hospital Regional do Gama; Complexo Regulador em Saúde do Distrito Federal, Hospital Regional da Asa Norte e Hospital Regional de Ceilândia.

Cirurgias e medicamentos

O secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Pedro Zancanaro, informou o avanço dos números de cirurgias na rede pública. “Foram realizadas, desde janeiro, mais de seis mil cirurgias eletivas no DF, o que é um marco muito interessante na assistência”, afirmou.

A respeito dos estoques de medicamentos, o subsecretário de Logística em Saúde, Thiago Mendonça, explicou que há os que são adquiridos pelo Ministério da Saúde e os que estão a cargo de aquisição pela Secretaria. “Todos os que se encontram em estoque zerado ou baixo já estão em licitação”, acrescentou.

FONTESecretaria de Saúde
Artigo anteriorGDF oferece condições especiais de crédito às pessoas físicas e jurídicas
Próximo artigoPesquisa avalia a saúde bucal da população brasileira