Gasolina passará de R$ 7 no DF. Veja onde abastecer a R$ 6,29 nesta 5ª

Petrobras confirmou reajuste no preços dos derivados do petróleo a partir desta sexta-feira. Mercado está instável após invasão da Ucrânia

Print Friendly, PDF & Email

Por Nathália Cardim

Após a Petrobras confirmar o reajuste no preço da gasolina, do diesel e do gás de cozinha, a partir desta sexta-feira (11/3), o Metrópoles consultou os valores que devem ser adotados pelos postos de combustíveis do Distrito Federal nos próximos dias.

A gasolina deve ficar acima dos R$ 7 na maioria das bombas da capital federal. O preço médio do combustível para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, aumento de 18,8%. Para o diesel, o preço médio passará de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro, alta de 24,9%.

Publicidade

Com o reajuste de aproximadamente 16,1% na venda do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), a tendência é que o valor do botijão chegue a R$ 150 em algumas distribuidoras da capital.

Nesta quinta-feira (10/3), ainda é possível encontrar gasolina mais barata. Em Taguatinga Centro, no posto Petrolino, o litro está sendo vendido a R$ 6,29. No Setor H Norte e no centro de Ceilândia, a gasolina está R$ 6,59. No posto Maximum da Candangolândia, o preço é R$ 6,75.

De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do DF (Sindicombustíveis-DF), o aumento anunciado pela Petrobras é de R$ 0,61 na gasolina e R$ 0,90 no preço final do diesel.

“Isso representa pouco mais de 60% da defasagem com o mercado internacional. A guerra da Rússia com a Ucrânia está provocando os aumentos no mercado internacional”, explica o presidente do sindicato, Paulo Tavares.

“A partir de 0h de hoje, as distribuidoras passam a receber o produto mais caro e ele será repassado aos revendedores na manhã desta sexta (11/3). Como o aumento é muito grande, é provável que esse reajuste chegue ao bolso do consumidor. Ele representa hoje praticamente 10% do preço de bomba”, acrescentou.

GLP

O vice-presidente do Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de Gás LP do Distrito Federal (Sindvargas-DF), Sérgio Guimarães Costa, destaca que a mudança terá impacto no bolso do consumidor.

“A gente já tinha a previsão desse reajuste devido ao conflito entre Rússia e Ucrânia. O barril de petróleo disparou e chegou a algo em torno de U$ 140. Não esperávamos que fosse tão alto. Isso vai causar um impacto muito grande para o consumidor”, revela.

Confira os preços em alguns postos de gasolina nesta quinta-feira (10/3):

Posto Petrolino (Taguatinga centro) – R$ 6,29 no dinheiro e débito;

Posto Nenen’s (Taguatinga centro) – R$ 6,39 no dinheiro e débito;

Posto Brasal (SIA) – R$ 6,64 no crédito e débito;

Posto Shell Setor H Norte – R$ 6,59 no crédito e débito;

Posto Maximum Candangolândia – R$ 6,75 no crédito e débito;

Posto Jarjour Asa Sul (210 Sul) – R$ 6,67 no dinheiro e débito;

Posto Jarjour Taguatinga (CSB 8) – R$ 6,49 no dinheiro e débito;

FONTEMetropoles
Artigo anteriorClínica da Mulher abre 100 vagas para trabalhadoras do SLU ou mulheres com deficiência
Próximo artigoPedestre que ficou com sequelas após perfurar pé em via pública do DF deve ser indenizado