Secretaria de Saúde do DF avança na normatização da enfermagem

Regimento Interno de Enfermagem da Atenção Primária à Saúde deve melhorar a prestação de serviço aos cidadãos

Print Friendly, PDF & Email

O trabalho dos cerca de 2 mil profissionais de enfermagem que atuam nas 176 Unidades Básicas de Saúde e das 605 equipes de Saúde da Família do Distrito Federal está agora sistematizado em um único documento. O Regimento Interno de Enfermagem da Atenção Primária à Saúde traz os direitos, deveres e atribuições, com normas a respeito de atividades como vacinação, acolhimento de pacientes e ações domiciliares.

O regimento foi lançado oficialmente, durante cerimônia, na sexta-feira (25), na Secretaria de Saúde. Participaram representantes de setores da pasta e do Conselho Regional de Enfermagem do Distrito Federal (Coren-DF), que também colaboraram na elaboração do texto.

“Os profissionais de enfermagem estão mais direcionados ao processo de trabalho mais eficiente, levando à excelência”, afirmou a conselheira do Coren-DF, Celi Maria da Silva. A enfermeira disse que o novo regimento era uma demanda identificada pelo Conselho e representa um avanço para o trabalho desenvolvido no Distrito Federal.

Publicidade

A diretora de Enfermagem da Secretaria de Saúde, Maria Leonor de Moraes, explicou que a implantação do regimento deve, na prática, melhorar a prestação dos serviços. “A assistência que o enfermeiro dá ao usuário é bem mais significativa e livre de riscos”, defendeu.

A consolidação de todos os normativos da profissão também foi elogiada pelo gerente de Serviços de Enfermagem da Atenção Primária e Secundária, Ávallus Araújo. Ele destacou que agora o profissional tem um local único de pesquisa “sobre quais são seus direitos e suas atribuições, dentro da atenção primária à saúde”.

FONTESecretaria de Saúde
Artigo anteriorDia das Doenças Raras alerta para a necessidade do diagnóstico precoce
Próximo artigoDF terá mais de 50 pontos de vacinação contra covid-19 na quarta-feira (2)