Anvisa: Declaração de Saúde do Viajante é suspensa até sábado (26/02)

As demais regras para embarque em território brasileiro ainda estão vigentes. Confira

Print Friendly, PDF & Email

Por Ana Paula Oliveira

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nota, em seu site, nesta sexta-feira (25/2), informando a ocorrência de instabilidade no acesso ao sistema para preencher a Declaração de Saúde do Viajante (DSV), documento obrigatório para viajantes que entram no Brasil.

O órgão regulador informa que a falha técnica foi detectada durante a quinta-feira (24/2). Para evitar transtornos aos viajantes, a exigência de apresentação do documento fica suspensa até as 23h59 de sábado (26/2), no horário de Brasília.

Publicidade

“A agência comunica que os viajantes com destino ao Brasil que não tenham conseguido realizar o preenchimento da Declaração de Saúde do Viajante (DSV) estão dispensados de apresentar, no momento do embarque internacional, o respectivo comprovante de preenchimento”, informou o órgão regulador.

Atenção

Além da suspensão ser temporária -finalizando, neste sábado (26/02), os viajantes precisão continuar atentos: as demais regras para embarque em território brasileiro ainda estão vigentes. Ao embarcar é necessário apresentar comprovante de teste negativo ou não detectável para Covid-19 (realizado em até 24 horas anteriores ao embarque, para exames de antígenos; e realizado em até 72 horas antes do embarque, para exames RT-PCR); o comprovante de vacinação impresso ou digital, com aplicação da última dose do esquema primário em ao menos 14 dias antes do embarque.

Quem não apresentar o documento deve fazer quarentena de 14 dias na cidade de destino.

Artigo anteriorAnvisa autoriza o primeiro autoteste de covid-19 que faz uso da saliva
Próximo artigoConfira o que abre e o que fecha durante o feriadão Carnaval em Brasília