Diretores do Sindate debatem PL do piso salarial da Enfermagem, no Senado Federal

748
Print Friendly, PDF & Email

Os diretores do Sindate,  Newton Batista e Josy Jacob estiveram ontem (16), no Senado Federal, pedindo apoio para pautar até o dia 23/11, o PL 2.564/2020, que institui o piso salarial nacional do Enfermeiro, do Técnico de Enfermagem, do Auxiliar de Enfermagem e da Parteira.

O Projeto de Lei nº 2.564/2020 que tramita no Senado Federal tem por preferência instituir o piso salarial nacional para os profissionais de Enfermagem. Com a mudança, os Técnicos em Enfermagem receberão 70% desse valor referencial e Auxiliares de Enfermagem e Parteiras, 50%. Os valores são baseados numa jornada de 30 horas semanais e são válidos para União, estados, municípios, Distrito Federal e instituições de saúde privadas.

Para o diretor Newton Batista, “não existe nenhuma confirmação oficial de que o PL 2564 seja pautado até o dia 23, por isso estamos fazendo uma peregrinação de gabinete em gabinete, buscando o apoio dos líderes para este importante projeto que vai fixar um piso salarial para os profissionais da enfermagem em todo país”.

Publicidade

A diretora do Sindate, Josy Jacob ressaltou a importância de ter passado de porta em porta no Senado, pedindo apoio às lideranças, para que ainda nesta sexta-feira (19), possamos ter a certeza de que este projeto seja pautado.

O Brasil registra cerca de 2,4 milhões de profissionais atuando nessa área, com salário em torno de R$1,4 mil por 40 horas de trabalho por semana.

FONTESindate-DF
Artigo anteriorSultanato de Omã comemora 51 anos de renascimento
Próximo artigoDireção do Sindate aciona Secretaria de Economia que confirma pagamento das 4h dos Técnicos em Enfermagem