DF deve contar mais 1.114 policiais e bombeiros a partir do próximo ano

Ao todo foram convocados 736 soldados da PMDF e 378 do CBMDF

46
Print Friendly, PDF & Email

O Distrito Federal passará a contar com mais 1.128 bombeiros e policiais militares, a partir do próximo ano. Eles foram convocados para curso de formação de oficiais e praças da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e Corpo de Bombeiros do Distrito Federal (CBMDF). A publicação dos nomes está no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

A recomposição do efetivo das corporações é um dos compromissos firmados pela Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) e pelo Governo do Distrito Federal para reforçar a Segurança Pública local. “Vou continuar governando o Distrito Federal com um olhar muito especial para todos os servidores públicos, porque eu sei valorizar a classe”, declarou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha. “Nós vamos fechar nosso mandato tendo sido o governo que mais nomeou servidores públicos na história do Distrito Federal”, acrescentou o chefe do Executivo.

A chegada dos servidores é comemorada pelo secretário da SSP/DF, Júlio Danilo. “Outubro marcou o menor número de crimes contra a vida em 22 anos e com o apoio do governador Ibaneis e empenho dos profissionais de segurança pública, a perspectiva é de que tenhamos mais um ano de reduções históricas. A incorporação de novos policiais e bombeiros militares contribui para que a Segurança Pública do Distrito Federal continue avançando nas reduções criminais e, com isso, na melhoria da qualidade de vida da população”, ressalta o titular da SSP/DF.

Publicidade

Ao todo foram convocados 736 soldados da PMDF, que deverão comparecer na Academia de Polícia Militar de Brasília, situada no Setor Policial Sul. Eles deverão entregar a documentação, entre os dias 22 de novembro e 1º de dezembro, levando a documentação necessária.

Os 378 aprovados nos cursos de formação de soldados e oficiais do CBMDF deverão comparecer ao auditório da Academia de Bombeiros Militar, também no Setor Policial Sul, para entrega de documentos. O atendimento ocorrerá recebimento entre os dias 22 de novembro e 1º de dezembro, das 14h às 18h,

Para o comandante-geral da PMDF, coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos, população e governo serão beneficiados com a chegada dos militares. “A gente fica muito feliz porque ganha a Polícia Militar, mas, sobretudo, a sociedade do Distrito Federal que receberá 750 novos policiais militares para combater à criminalidade”, destaca Vasconcelos.

A convocação dos bombeiros é essencial para recomposição do quadro de efetivo da corporação, como afirma o comandante-geral do CBMDF, coronel Rogério Dutra. “A autorização do governador Ibaneis para a incorporação dos militares vai evitar que a saída de militares devido a transferência para a reserva remunerada prejudique os atendimentos, como também tornará possível a ativação de novas unidades e a maior proximidade com os moradores do Distrito Federal”, aponta.

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorPelo Twitter, Ibaneis anuncia dose de reforço para grupo acima de 57 anos
Próximo artigoTaguatinga recebe carreta adaptada para doação de sangue nesta segunda-feira