Tainá da Silva continua desaparecida e preocupa familiares

O último contato da adolescente foi feito na sexta-feira (05/11). A Delegacia de Samambaia investiga o caso

164
Print Friendly, PDF & Email

Por Ana Paula Oliveira

A estudante, Tainá da Silva, 13 anos, desapareceu na última sexta-feira (05/11). Seus familiares não perdem a esperança de encontrar a adolescente com vida. Há 4 dias, sem receber informações sobre o paradeiro da menina, a angústia não passa. Moradora de Samambaia, Tainá saiu de casa para ir à escola. No entanto, o Centro de Ensino Fundamental 120 (CEF 120) em que a aluna está matriculada informou que a estudante não compareceu ao local no dia do desaparecimento.

A equipe da 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul) é responsável pela investigação do sumiço da jovem. A Polícia conta, também com a ajuda da comunidade, que pode comunicar qualquer suspeita ou informação, que possam levar ao encontro de Tainá. A família disse que a adolescente saiu de casa com um vestido laranja, jaqueta preta, tênis preto e uma mochila.

Publicidade

O contato em casos de alguma pista deve ser feito pelo Disque 100, 190 ou 197 da Polícia Civil do Distrito Federal. Também tem o número (61) 9 9335-9131, disponibilizado pelos familiares.

Jane da Silva, 31 anos, mãe de Tainá relatou a alguns veículos de imprensa que chegou em casa, na tarde de sexta-feira e não encontrou a garota. Desesperada, após ligar para alguns parentes, ela foi até a escola e foi informada pelo vigia que a menina não esteve no local. Antes, segundo a mãe, a menina chegou a mandar mensagem no celular dela, dizendo que chegaria às 17h30 em casa. Depois, 18h22, se comunicou novamente, dizendo que estava em sala de aula.

Segundo informações da Delegacia, ao Política Distrital, às 14h36, desta terça-feira (09/11), ainda não há informações sobre o paradeiro de Tainá da Silva, de 13 anos.

 

 

 

Artigo anteriorCom falta de insumos, Hospital de Base suspende cirurgias eletivas
Próximo artigoHospital de Taguatinga passa por obras de manutenção predial