“Exemplo de humanidade”, aponta Jorge Vianna sobre vídeo de enfermeiro do SAMU de Teresina que viralizou na internet

175
Print Friendly, PDF & Email

Por Ana Paula Oliveira

Um caso de solidariedade e empatia, muito além do profissionalismo, que ocorreu em agosto de 2020, ficou conhecido, nesta quinta-feira (4/11), após postagens de um vídeo no Instagram. Com simpatia e bom humor, o enfermeiro Evaldo Sales do Serviço Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina (PI) transformou uma situação triste em um exemplo de como a humanidade pode ser mais humana.

Nas imagens, o profissional aparece pedalando a bicicleta de um paciente que se recusava a receber atendimento por medo de perder o meio de transporte. O paciente estava caído e inconsciente na Avenida Maranhão, uma das mais movimentadas vias da capital do Piauí. A equipe estava de plantão quando recebeu o chamado para atender o homem.

Publicidade

Após realizar os primeiros socorros do paciente ainda na via, o mesmo precisava ser levado para um local seguro, mas se recusava a ir e deixar a bicicleta no local, por medo de perdê-la. O paciente não tinha condições físicas de usar a bicicleta no momento do atendimento.

O enfermeiro contou em entrevistas aos meios de comunicação local que, diante do impasse, a equipe decidiu dar um jeito de garantir que a bicicleta do paciente não fosse roubada e que ele recebesse o atendimento de urgência.

“Ele nos disse que não podia deixar o único bem que tinha, que era a bicicleta” lembrou o enfermeiro. A distância percorrida pelo socorrista de bicicleta foi de 2 km. No vídeo é possível ver que Evaldo e a equipe médica se divertia enquanto realizava o transporte do dono da bike, lado a lado com o bem mais precioso do paciente.

O vídeo foi compartilhado na página do Instagram “Razões para acreditar”, que tem como foco divulgar boas atitudes, e já conta com mais de 781 mil visualizações e mais de 1.700 curtidas, desde que foi publicado, nessa quinta-feira.

Um dos internautas que curtiu e compartilhou a boa ação da equipe do Samu de Teresina foi o deputado distrital, Jorge Vianna (Podemos). “O atendimento foi finalizado com sucesso! Exemplo de humanidade”, comentou ele.

O caso ocorrido no ano passado serve de inspiração em uma sexta-feira.

Artigo anteriorCLDF debate o apoio às vítimas da Covid-19 em comissão geral
Próximo artigoParlamentares pedem anulação da votação da PEC dos Precatórios