Site internacional destaca UBS 5 do Riacho Fundo II

Com design único, unidade de saúde recém-inaugurada é a maior do Brasil e ganha repercussão no ArchDaily, o site de arquitetura mais visitado do mundo

99
Print Friendly, PDF & Email

“A Região de Saúde do DF recebe a primeira unidade com novo conceito de proteção ambiental, onde a aparência simples se funde com conceitos importantes de sustentabilidade”Flávia Costa, superintendente da Região de Saúde Centro-Sul

Quem passa em frente à nova Unidade Básica de Saúde 5 do Riacho Fundo II já consegue ter uma dimensão dos padrões de arquitetura modernos e conceituais que foram empregados na estrutura do prédio. Com 2.143 metros quadrados de área construída, a imponente unidade básica é a maior do Brasil, e ganhou destaque no ArchDaily – o site de arquitetura mais visitado do mundo.

A UBS 5 tem capacidade para comportar sete equipes de Saúde da Família. De acordo com a superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Flávia Costa, a perspectiva da nova unidade é oferecer cerca de 30 mil atendimentos por mês. “A Região de Saúde do DF recebe a primeira unidade com novo conceito de proteção ambiental, onde a aparência simples se funde com conceitos importantes de sustentabilidade”, afirma a gestora.

Publicidade

“Quando entrei [na UBS] fiquei muito feliz. Maravilhada, porque o espaço é amplo e agradável”, relata a moradora da região Elizângela Barbosa, que elogiou a nova unidade da saúde. Ela elogia o espaço arejado, com iluminação natural e persianas de vidro que bloqueiam o vento em dias frios. Para ela, foi um ganho para a comunidade e para os profissionais de saúde.

“A estrutura oferece o que a população e os profissionais da saúde [da unidade] estão precisando”, ressalta a paciente. “Eu conheço a equipe que trabalha aqui e sei que eles trabalham muito bem. Inclusive, fui muito bem- atendida aqui.”

A satisfação de poder usufruir de um novo espaço para trabalhar também é destacada pelo médico de Família e Comunidade Jean Carlos Fonseca, que elogia os padrões de construção empregados no prédio da UBS 5. “A infraestrutura é excelente”, diz. “A gente encontra uma arborização e os pacientes têm a oportunidade de poder ter um espaço mais interessante para poder aguardar atendimento. A gente espera que essa infraestrutura possa oferecer à população uma qualidade de atendimento que ela merece”.

Arquitetura

R$ 7 milhõesCusto aproximado da obra

Com projeto do escritório Saboia+Ruiz Arquitetos, a unidade de saúde foi inaugurada no dia 1º deste mês e abriga um sistema de proteção ambiental que coleta água da chuva a ser utilizada para irrigação dos jardins e dos pátios, sendo uma fonte de ar fresco e úmido.

Todo o projeto da UBS foi licitado e executado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). A obra executada foi orçada em aproximadamente R$ 7 milhões.

O diretor de Edificações da Subsecretaria de Infraestrutura em Saúde, Alan Oliveira, comemora: “Esta é a única UBS neste modelo no Distrito Federal, justamente por ter sido objeto de um concurso nacional. É inovadora. Possui mais de 2 mil m² de área construída e um projeto totalmente moderno. São três blocos e funciona como um mini-hospital, devido ao espaço. É muito funcional”.

Sustentabilidade

A fachada dupla da UBS funciona como véu e frasco: cobogós horizontais resfriam e difundem a luz natural, tornando menos necessário o uso de luz elétrica. Nos ambientes internos, o pano de vidro preserva a umidade e bloqueia o ruído exterior.

“Isso muda o conceito de UBS quando se representa em slides/arquivos como um desenho primário de uma casinha de cinco linhas e janelinha”, explica Alan Oliveira. “A imagem representa a capacidade da Atenção Primária de ser um serviço de referência e qualidade para a população.”

FONTEAgência Brasília
Artigo anteriorJorge Vianna se reúne com Ibaneis para cobrar direitos dos profissionais de Saúde e regulamentações de leis
Próximo artigoHospital de Base começa a fazer exames com PET-CT