Direção do Sindate-DF se reúne com lideranças sindicais no Cofen para debater PL 2.564/2020

271
Print Friendly, PDF & Email

Por Érika Sousa

Na manhã desta terça-feira (31/08), o diretor do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos em Enfermagem (Sindate), Newton Batista esteve na sede do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) para participar de uma reunião com lideranças sindicais e a com presidente do Cofen Betânia Santos.

Entre os presentes estavam o Presidente da Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo, Edison de Oliveira e o Presidente do SINDSAÙDEABC, Almir da Silva.

Publicidade

A pauta do encontro foi a proposta advinda do Senado Federal em relação aos valores dos pisos salariais previstos no projeto de lei 2.564/2020.

Newton Batista enfatizou que os Técnicos em Enfermagem precisam estar representados em todas as negociações em relação ao PL 2.564/2020: “ Eu propus em plenária para a Presidente do Cofen que chamasse o Sindate para a negociação, visto que, nós temos o conhecimento de base. Em mobilizações como esta do piso salarial, onde estamos lutando pelo melhor cenário para a Enfermagem, conselhos e sindicatos devem caminhar juntos.”

“Precisamos deixar de lado a briga de egos, aproveitar esse momento onde a Enfermagem conseguiu abrir as negociações com o Senado e levar representações de base para a mesa de debate, onde poderão levar propostas e articular a aprovação de um piso salarial digno para os profissionais.”

A presidente do Cofen afirmou que é possível levar as representações para a mesa do debate com os Senadores e  uma reunião com todas as confederações e avaliará as propostas encaminhadas na reunião: 1- Criação do Fórum Nacional de Valorização da Enfermagem; 2- Reunião com todas as confederações para deliberar os melhores caminhos.

Com o objetivo de legitimar o movimento para que o piso salarial seja aprovado, o Sindate continuará defendendo o direito de estar presente nas negociações em relação ao PL 2564/2020.

FONTESindate-DF
Artigo anteriorCovid-19: Teletrabalho permanente na administração do DF
Próximo artigoQuase 50%: Aneel cria nova bandeira tarifária, e conta de luz fica mais cara