Como a internet revolucionou o mundo das apostas

Jogar e apostas são mundos complexos, e incluem fatores psicológicos, história e até mesmo sociologia, o certo é que o hábito de jogar é quase que uma necessidade natural do ser humano.

63
Print Friendly, PDF & Email

O jogo na história e sociologia

Existem estudos sociológicos voltados somente para os jogos e eles todos apontam para um fator comum o qual determina que o jogo permite ao ser humano transitar por diferentes papéis sociais, não somente àquele em que está incluído no seu dia a dia, os jogos de tabuleiro por exemplo permite o que hoje se conheceria como roleplay, onde a pessoa assume o papel do seu personagem no jogo, ainda que apenas por algumas horas.

Os fatores históricos são vários e também existem estudos nessa área que afirmam a natureza tradicional dos jogos, com por exemplo em Atenas onde os cidadãos apostaram nos competidores de eventos deportivos, na Roma antiga onde os imperadores organizavam uma espécie de loteria e faziam rituais à deusa Fortuna para aumentar suas riquezas e na França, onde a primeira loteria oficial data de 1539 instituída por Francisco I nos moldes da já existente, naquela época, loteria italiana.

As regras de todos os jogos também estavam ligadas à contextos sociais e até a modernidade era possível ver essa característica muito presente, isso porque até o final da década de 1990 as regras dos jogos de cassino, por exemplo, eram diferentes para cada estado e até mesmo para cada cidade do mundo.

Publicidade

O jogo após a chegada da internet

Já na década de setenta era possível ver os avanços nos jogos de cassino de todo mundo, os softwares de jogos surgiram nessa época e isso fez com que os já conhecidos caça-níqueis que funcionavam com moedas fossem dando lugar a grandes casas de jogos com muito mais tecnologia.

Já em 90 a internet trazia uma inovação ainda maior, já que permitia que se conectassem várias máquinas através de um servidor e com isso novos aplicativos de jogos surgiram e passaram a ser compartilhados entre essas máquinas. Mas foi somente em 1994 que essa prática foi regulamentada pela primeira vez. Antígua e Barbuda foi o primeiro país do mundo a reconhecer e regulamentar essa nova tecnologia e passou a emitir licenças oficiais para que empresas do segmento atuassem no território nacional.

Nascia aí a primeira offshore de jogos online.

Já em 1995 a indústria vinha crescendo muito e já tinha um público bastante fiel e a preocupação com a segurança dos jogos online passou a ser uma prioridade e foi uma empresa da Irlanda que desenvolveu o primeiro sistema de verificação de transações virtuais e financeiras online, o que era um marco para a indústria naquele momento.

A partir anos 2000 a indústria cresceu significativamente e os problemas de fragilidade nos quesito segurança foram sendo solucionados, junto com a indústria dos jogos crescia o setor que se encarregava de segurança e proteção dos jogadores, e tinham como principal objetivo o constante desenvolvimento, garantir que os jogadores pudessem ganhar efetivamente quando apostaram e simplicidade no momento na interface das casas de aposta online.

Hoje já consolidada a indústria está em um momento de aprimorar a experiência dos seus jogadores e tem conseguido, criando jogos com temáticas diversas e com jackpots ainda maiores, graças à possibilidade de conectar máquinas no mundo inteiro.

Artigo anteriorAutoridades discutem a redução da violência contra meninas e mulheres indígenas com ações de enfrentamento ao uso de álcool e drogas
Próximo artigoDeputada Celina Leão se posiciona contrária a PEC 32 da reforma administrativa