Senado apresenta à Enfermagem proposta de alteração no PL do Piso Salarial

Cofen abrirá consulta pública sobre a proposta, que pode viabilizar aprovação do PL no Senado

7168
Print Friendly, PDF & Email

A Enfermagem deu mais um passo significativo rumo à aprovação do Projeto de Lei 2.564/2020 pelo Senado. Em audiência na tarde desta quarta-feira (24), representantes da categoria ouviram uma pré-proposta elaborada pelos senadores, que se comprometeram a votar o projeto nos próximos dias, caso os valores sejam aceitos pelas entidades.

A proposta do Senado estipula pisos salariais no valor de R$ 4.700,00 para enfermeiros, R$ 2.613 para técnicos e de R$ 2.300 para auxiliares e parteiras. “Conselhos e sindicatos vão formar subcomissões para analisar esses valores e dar uma resposta aos senadores. Entendo que não é o ideal, mas seria um avanço fantástico, principalmente, para erradicar salários miseráveis e condições indignas de trabalho”, avalia a presidente do Cofen, Betânia Santos, que participou da reunião, juntamente com representantes de entidades que compõe o Fórum Nacional de Enfermagem.

Além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG), do autor do projeto, senador Fabiano Contarato (Rede/ES) e da relatora da proposta, senadora Zenaide Maia (Pros/RN), estiveram presentes à reunião membros de todos os blocos partidários, em um claro sinal da relevância da matéria no contexto atual. “O ótimo é inimigo do bom. A política é a arte do possível. Nós estamos dispostos a apoiar vocês, acreditamos que é o momento ideal. Entretanto, a categoria precisa entender o que é possível neste momento e continuar a lutar por mais adiante”, ponderou o senador Eduardo Braga (MDB/AM).

Publicidade

Para o presidente do Conselho Regional de Enfermagem de Rondônia (Coren-RO), Manoel Neri, é hora de mostrar objetividade e conquistar garantias históricas, principalmente, para quem mais precisa. “Nós consideramos uma excelente proposição, é um avanço para a Enfermagem brasileira fixar um piso salarial mínimo, mesmo que não seja o piso que consideramos ideal. Abriremos consulta pública sobre a proposta para ouvir a categoria, e esperamos que ela seja votada ainda em setembro”, emendou.

A audiência contou com a presença de representantes da Federação Nacional da Enfermagem (FNE),  Confederação Nacional dos Trabalhadores da Saúde (CNTS), da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS) e da coordenação do Fórum Nacional de Enfermagem.

 

Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!
Artigo anteriorMinistro Fachin determina extinção de ações contra inquérito das fake news
Próximo artigoCofen e Corens emitem nota em defesa de lei que indeniza profissionais incapacitados ou mortos decorrente da Covid-19